Retalho

IKEA aluga móveis em Portugal a partir de 2020

IKEA aluga móveis em Portugal a partir de 2020

O Grupo Ingka vai testar um serviço de leasing de mobiliário nos 30 mercados onde está presente – Portugal incluído a partir de 2020 -, para ajudar os seus clientes a adquirir, manter e reutilizar os produtos IKEA de uma forma sustentável, prolongando a sua vida.

Tendo em conta os estudos efetuados pela marca, este novo serviço vem responder às atuais necessidades dos seus clientes, contribuindo positivamente para uma economia circular.

Para Jesper Brodin, CEO do Grupo Ingka, “o nosso sucesso no futuro estará na nossa capacidade de reformular e melhorar o modelo de negócio da IKEA”, admite o responsável, em comunicado. “Testar a oferta de leasing é uma das maneiras pelas quais nos desafiamos a cumprir a nossa estratégia de transformação e de nos tornarmos um negócio mais acessível, conveniente e sustentável. As alterações climáticas e o consumo insustentável estão entre os maiores desafios que enfrentamos na sociedade – o desenvolvimento de negócios como este mostra como estamos focados em concretizar a nossa visão de criar uma vida melhor para a maioria das pessoas”, afirma Brodin.

Estudos conduzidos na Holanda, Suécia, Suíça e Polónia, procuraram compreender os pontos de vista das pessoas sobre uma vida sustentável, explorando como escolhem os produtos para as suas casas, como os mantêm e o destino que lhes dão quando já não precisam dos mesmos. Mais do que uma abordagem de financiamento, o objetivo é “oferecer um serviço de leasing através de um modelo de assinatura, permitindo à IKEA manter a propriedade do produto para garantir a reutilização tantas vezes quanto possível antes da reciclagem de materiais e componentes no final da vida útil”, refere o comunicado.