Retalho

Hipers lideram mercado de combustíveis particulares

Os postos de abastecimento de combustível da Distribuição Moderna lideram o mercado de combustíveis no segmento dos consumidores particulares, tendo, aumentado, em termos homólogos, a sua quota de mercado, para 28,4% em volume e para 27% em valor, de acordo com dados da Kantar Worldpanel divulgados pela Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição.

Contudo, existiu uma quebra de consumo de combustíveis por particulares em Portugal, com uma redução de 10,7% no volume de abastecimentos no 1º trimestre de 2015.

Os portugueses estão a ir menos vezes a abastecer mas cada vez que vão abastecem com mais litros. Segundo os dados, no período analisado o consumidor for 7 vezes por trimestre, tendo abastecido com 22,77 litros por ida.

“As pessoas não têm mais dinheiro na carteira em Portugal, e o preço continua a ser o grande drive do consumo em Portugal. No total do mercado, comparação ao trimestre, o pvp tem tido uma variação de -12,5%. E são os operadores da Distribuição Moderna que está a passar mais valor para o consumidor na questão dos preços, o que mostra que os portugueses continuam a adquirir os seus bens com grande racionalidade, e também se sublinha que o há um caminho de confiança dos consumidores no abastecerem nos postos da Distribuição”.

A responsável, sublinhou a diferença de preço entre os postos da Distribuição Moderna e das gasolineiras: “De referir que o preço médio praticado pelos postos da Distribuição tem uma diferença média de 9 cêntimos, comparado com os preços praticado pelas empresas petrolíferas”.

Existiu uma quebra de consumo de combustíveis por particulares em Portugal, com uma redução de 10,7% no volume de abastecimentos no 1º trimestre de 2015

Quota de mercado, em volume com liderança muito disputada.

De acordo com os dados divulgados pela APED, a partir do 4º trimestre de 2014 e nos primeiros meses de 2015, as marcas da Distribuição conseguem ser mais competitivas do que as restantes marcas do mercado.

“Estamos a viver o primeiro trimestre depois da alteração legislativa do mercado de venda de combustíveis, a lei entrou em vigor em janeiro, e estes dados já refletem as medidas tomadas pelos agentes económicos”.

Os postos de combustível das marcas de Distribuição comercializa Diesel e Gasolina 95. A gasolina, em volume, é preferencialmente consumida nas marcas da Distribuição, sendo essas marcas que detêm maior quota de marcas, com 29% de quota de mercado comparando com 23,1% da Galp Gasolina e com 17,9% de quota de mercado a BP Gasolina.

Continuar a lutar pela liderança

Para o resto de 2015, Ana Isabel Trigo de Morais acredita que “continuará a ser concorrencial com a liderança a ser muito disputada. Em todo o caso, a proposta de preço da Distribuição é sempre diferenciadora”.