Quantcast
Restauração

Happy Meal da McDonald’s vai mudar

Happy Meal da McDonald’s vai mudar

A McDonald’s assumiu esta quinta-feira (15 de fevereiro) que irá reforçar o seu compromisso na área das famílias. Esse compromisso irá traduzir-se em algumas mudanças no seu menu Happy Meal, nos 120 mercados nos quais a McDonald’s está presente, assim como num maior apoio às famílias através da Fundação Infantil Ronald McDonald.

Numa nota enviada às redações, a cadeia de fast food revela que o objetivo é introduzir algumas mudanças até 2022. Algumas delas serão feitas no Happy Meal, “oferecendo novas combinações, simplificando ingredientes e continuando a manter a aposta na disponibilização de informação nutricional e comunicação responsável, com o intuito de promover as combinações nutricionalmente mais equilibradas”, diz a empresa.

Isto significa que “pelo menos 50% das refeições Happy Meal comunicadas nos menus dos restaurantes” deverão estar de acordo com “o novo critério global nutricional para o Happy Meal” que determina que deverão ser iguais ou inferiores a 600 calorias, com 10% de calorias provenientes de gorduras saturadas; 650mg de sódio e 10% de calorias provenientes de açúcares adicionados.

No mercado português, em particular, a McDonald’s tem vindo a introduzir algumas alterações no perfil nutricional do Happy Meal, com a introdução de novas opções, como proteína de frango; alternativa de peixe (douradinhos); possibilidade de acompanhar com sopa de 150ml; possibilidade de acompanhar a refeição com cenouras, fatias de maçãs ou outra fruta de época (neste momento está disponível o abacaxi), em alternativa às batatas; bem  como introdução de novas opções de bebidas não carbonatadas. Também recentemente, a McDonald’s Portugal associou-se à Nutri Ventures com o objetivo de promover o consumo de fruta e vegetais através uma campanha pedagógica.

Paralelamente à área nutricional, a McDonald’s pretende ainda reforçar o seu incentivo à leitura, através de um reforço do programa Happy Readers e do papel da Fundação Infantil Ronald McDonald e das Casas e Espaços Familiares Ronald McDonald, que apoiam famílias com crianças em tratamento hospitalar prolongado há mais de 40 anos.

Steve Easterbrook, Presidente e CEO da McDonald’s, sublinha que “reconhecemos a responsabilidade que temos junto das famílias como um dos restaurantes mais visitados do mundo e continuamos empenhados em elevar os nossos produtos, reforçando os hábitos de leitura e apoiando as famílias através das Casas e Fundação Ronald McDonald, que dão apoio a famílias com crianças em tratamento hospitalar. Dada a nossa escala e alcance, esperamos que estas ações proporcionem aos nossos consumidores, novas escolhas e beneficiem milhões de famílias.”

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever