Quantcast
Logística

Glovo a caminho de três novos países

Glovo compra app de venda de comida à espanhola AmRest

A Glovo chega, esta semana, às capitais da Moldávia (Chisinau) e do Uganda (Kampala) e, nos próximos dias, ao Quirguistão (Bishkek). Esta expansão vai ao encontro do compromisso da marca de consolidação nos mercados da Europa Oriental, Médio Oriente e África.

Em linha com estes lançamentos, está a abertura da operação no Uganda, reforçando a posição da Glovo em África, onde já está presente em Marrocos, Costa do Marfim e Quénia.

“Durante 2 anos, a Glovo apostou numa forte expansão para novos mercados, mais que quintuplicando as cidades onde opera, ao passar de 121 cidades em 2018 para mais de 690 cidades em 2020”, refere a marca, em comunicado.

Com esta expansão na Europa Oriental, Oriente Médio e África, a Glovo passa agora a estar disponível em 22 países e quase 700 cidades. Atualmente, a aplicação que permite comprar, receber e enviar qualquer produto dentro da mesma cidade possui mais de 60.000 estabelecimentos parceiros em todo o mundo.

Oscar Pierre, CEO e fundador da Glovo, refere que a marca pretende “o crescimento nos mercados internacionais está a ser muito positivo e a aceitação entre estabelecimentos parceiros, estafetas e utilizadores tem superado as nossas próprias projeções. Estamos, por isso, muito confiantes no potencial destes três novos países e acreditamos que os nossos serviços também serão aqui extremamente bem recebidos”, conclui.