Quantcast
 

Concentração é maior na indústria do que na distribuição, diz APED

Concentração é maior na indústria do que na distribuição

No mercado dos bens de grande consumo, verifica-se uma maior concentração dos três principais produtores face às três maiores empresas de retalho. Esta é uma das conclusões apresentadas num estudo divulgado pela APED, e da autoria da Nielsen, que compara os níveis de concentração do lado da indústria e da distribuição.

No total das categorias dos bens de grande consumo, os três primeiros fabricantes controlam 77% do mercado, um valor que cai para 50% no caso dos três primeiros retalhistas. Na área alimentar, os três principais fabricantes detém uma quota de 75% do mercado, face aos 49% dos retalhistas. Mas é no mercado dos detergentes e produtos de higiene (DPH) que a diferença é mais acentuada, com os três maiores produtores dominam 87% do mercado, nos retalhistas o controlo é de 51%.     

Para Ana Isabel Trigo Morais, diretora-geral da APED, “este estudo desfaz o mito da concentração na distribuição e prova a existência de uma maior concorrência entre os retalhistas, que tem trazido benefícios diretos para os consumidores”.  

 

Saiba mais sobre o estudo aqui.

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever