Retalho

Compra da Whole Foods pela Amazon aprovada pelo regulador

Compra da Whole Foods pela Amazon aprovada pelo regulador

A compra da Whole Foods pela Amazon por cerca de 13,7 mil milhões de dólares foi esta quarta-feira (23 de agosto) aprovada pelo regulador dos Estados Unidos da América e pelos acionistas da cadeia de retalho alimentar.

De acordo com a Reuters, o regulador norte-americano explicou que não irá prosseguir com as suas investigações à fusão proposta pelas empresas depois chegado à conclusão de que a operação não deverá prejudicar a concorrência de mercado.

Com esta aquisição, a Amazon passará a ser o maior retalhista alimentar no online e passa a deter cerca de 460 lojas físicas.

A Amazon já veio entretanto dizer também que a sua estratégia prioritária após esta compra é diminuir os preços de alguns produtos da cadeia alimentar. “A Whole Foods vai oferecer preços mais baixos já na próxima segunda-feira em alguns dos produtos mais vendidos”, revelou o gigante de e-commerce em comunicado.

Entre os produtos que irão sofrer uma diminuição nos preços estão, por exemplo, abacate biológico, ovos biológicos, salmão biológico, manteiga de amêndoa e maçãs biol´gicas.

“Toda a gente deveria poder comer produtos com a qualidade da Whole Foods. Vamos baixar os preços sem comprometer os elevados standards da cadeia”, conclui Jeff Wilke, CEO da Amazon Worldwide Consumer.