Quantcast
Retalho

Centros Comerciais veem valor médio de transação aumentar 9,2% face a 2019

Promoção de centros comerciais "em alta" nos países emergentes

A Associação Portuguesa de Centros Comerciais divulga esta quinta-feira um estudo realizado pela REDUNIQ que mostra que a economia portuguesa estará a reagir de forma positiva às medidas de desconfinamento.

Segundo o revelado pelo estudo, no “período de 19 de abril a 18 de maio, o primeiro mês de abertura da maioria das lojas dos Centros Comerciais, mesmo considerando o impacto das restrições horárias e de lotação de pessoas no interior dos centros e das lojas, a faturação das lojas em centros comerciais ficou acima da verificada no mesmo período em 2019”, situando-se 9,2% acima do registado em semelhante período de 2019.

 

De acordo com o explicado, nas compras realizadas com recurso a cartão, verificou-se que no primeiro mês de desconfinamento  houve uma menor afluência aos Centros Comerciais do que em 2019, mas, em média, cada cliente gastou mais cerca de 12,5%, o que justifica o aumento da faturação face a 2019.

Entre as categorias mais procuradas estão artigos de papelaria, perfumaria, serviços de restauração e compra de eletrodomésticos e tecnologia, que, de acordo com o detalhado, “tiveram um crescimento de faturação acima dos 20% na semana de 26 de Abril a 2 de Maio, face à mesma semana de 2019. Já na semana de 10 a 16 de Maio, verificou-se um forte crescimento da faturação da restauração, acima dos 40% face à registada em 2019”.