- Distribuição Hoje - https://www.distribuicaohoje.com -

C&A já é o maior utilizador de algodão biológico do mundo

C&A já é o maior utilizador de algodão biológico do mundo

A C&A, cadeia de retalho, foi considerada o maior utilizador de algodão biológico certificado do mundo. Em 2016, 33% dos artigos de algodão vendidos pela C&A foram fabricados com algodão biológico certificado e já este ano a marca de moda apresentou uma linha de t-shirts feitas à base de algodão biológico e que podem ser utilizadas para compostagem [1] depois da utilização.

O cálculo da utilização de algodão biológico certificado é feito pelo Preferred Fibers and Materials Benchmark Report 2017, da Textile Exchange, que calcula que, devido à compra de algodão certificado, a C&A tenha poupado 136 899 litros de água, evitado o uso de 125 976 quilos de pesticidas, melhorado a qualidade de mais de 139 973 hectares de terra e impedido a emissão de 58,6 milhões de quilos equivalentes de CO2.

A C&A é também considerada a terceira maior utilizadora de algodão mais sustentável, incluindo o algodão obtido de fontes subscritoras da iniciativa Better Cotton Initiative (BCI).

Jeffrey Hogue, Diretor Executivo de Sustentabilidade da C&A, sublinha que “ser o retalhista número um no mundo no uso de Algodão Biológico e Fibras de Celulose Sintéticas é um grande orgulho e demonstra como a nossa estratégia de utilização de materiais sustentáveis está a ter uma influência decisiva. Como importante comprador de materiais agrícolas, como o algodão ou a celulose, comprometemo-nos a gerar melhores resultados para os agricultores, para as comunidades e para as florestas.”

Há já mais de uma década que a C&A utiliza algodão biológico na produção das suas coleções e tem vindo a trabalhar para aumentar a utilização desta matéria prima em toda a indústria da moda.

Nesse sentido, em 2009 a C&A cofundou a iniciativa social CottonConnect, com o objetivo de ligar marcas e retalhistas com agricultores, formando os agricultores nas práticas agroeconómicas e apoiando a melhoria do sustento do agricultor e fortalecimento das comunidades agrícolas.