- Distribuição Hoje - https://www.distribuicaohoje.com -

APED e SITESE acordam aumento médio da tabela salarial do retalho em 4,8%

A Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED [1]) e o Sindicato dos Trabalhadores e Técnicos de Serviços, Comércio, Restauração e Turismo (SITESE [2]) assinaram um acordo de atualização do Contrato Coletivo de Trabalho (CCT) para o retalho, que estipula um aumento médio da tabela salarial de 4,8%, com retroativos a março de 2022.

O novo contrato contempla ainda um vencimento de entrada superior ao Salário Mínimo Nacional e ainda o compromisso do setor para que, em 2023 e 2024, o salário de entrada seja, no mínimo, cinco euros acima do salário mínimo que for estabelecido pelo Governo.

 

Em comunicado, a APED [3] informa que o subsídio de alimentação foi aumentado para seis euros (compara com os 4,77€ da Função Pública). O acordo agora alcançado prevê a fusão de tabelas salariais em todo o território continental, que passam a ter um valor único independentemente do concelho onde se situe o estabelecimento.

Este CCT prevê igualmente um regime especial de majoração das férias, até dois dias, para além dos 22 já previstos. A APED destaca ainda o acordo alcançado relativamente ao Regime de Banco de Horas.

 

“Este entendimento resulta de um enorme compromisso entre a APED e o SITESE e é demonstrativo de que a negociação sindical é possível. Projetar o setor e valorizar os nossos colaboradores é fundamental, numa altura em que todos enfrentamos novos desafios, com uma conjuntura económica adversa”, refere a presidente da APED, Isabel Barros.