Quantcast
Tecnologia

45% das PME portuguesas do retalho não tem presença online

PME portuguesa do retalho não tem presençaonline

Quase metade (45%) das empresas portuguesas do setor do comércio a retalho não tem qualquer tipo de presença online. A revelação é do estudo da Sage, empresa de soluções de gestão empresarial na Cloud, que queria compreender o impacto da pandemia nos negócios nacionais, e sobretudo o seu nível de digitalização.

Mais de metade (53%) destas empresas que não têm presença digital tem como razão a falta de recursos para dar o “salto”. Os recursos financeiros, internos e a falta de conhecimento são as razões apontadas.

 

Para além disto, os dados recolhidos pela Sage indicam também que 65% das PME do retalho ainda não realiza vendas online. Sendo que 71% das empresas deste segmentou perdeu receitas desde o início da pandemia. Em média, as perdas equivaleram a 23% do volume de negócios.

Neste ano, só 35% das PME portuguesas auscultadas diz pretender investir num processo de transformação digital.

 

“Os números deste estudo são preocupantes, porque nos demonstram que o setor do comércio a retalho em Portugal não está verdadeiramente preparado para a situação desafiante que vivemos. Confirmámos uma vez mais que a transformação que há que implementar é profunda e toca o lado cultural e social: é necessária uma verdadeira mudança de mentalidades para que as empresas portuguesas compreendam a vitalidade de se digitalizarem”, salientou Josep María Raventós, country manager da Sage Portugal.

Este inquérito foi realizado pela Sage em Portugal, de forma eletrónica, tendo obtido 287 respostas.