Responsabilidade Social

Zero Desperdício lança apelo a empresas do setor da alimentação e produção

Sem capacidade de resposta, a Zero Desperdício lançou um apelo a todas as empresas e entidades que operam nos setores da alimentação e produção, para que informem das disponibilidades de produtos, por forma a fazê-los chegar às pessoas carenciadas, através das instituições de solidariedade locais, Juntas de Freguesia e Câmaras Municipais.

De acordo com o movimento, os produtos mais solicitados pela comunidade beneficiária são alimentos frescos (laticínios, legumes e frutas, carne e peixe por confecionar), refeições confeccionadas frescas e alimentos embalados e enlatados (azeite, massa, arroz, grão e o feijão, conservas, farinhas e papas infantis).

A Zero Desperdício tem também recebido pedidos de produtos de higiene pessoal (fraldas para idosos e crianças, entre outros), de limpeza doméstica (lixívia e detergentes) e de proteção individual (máscaras, gel desinfetante e termómetros).

Através de comunicado, a equipa informa que “continua a funcionar com todas as suas capacidades e ferramentas de gestão para os que ainda possam e queiram manter as doações e recolhas” e que está também “disponível para apoiar processos de redistribuição de outros bens e produtos que sobrem de um lado e façam falta noutro”.

O movimento informou ainda que os produtos e quantidades doadas podem ser informados através do e-mail (geral@zerodesperdicio.pt) ou contacto telefónico  (911054285, 912410818).

“A Zero Desperdício agradece a todos o apoio possível. Este modelo de gestão/operação de economia circular e colaborativa só é possível manter com pessoas e parceiros públicos e privados, mobilizados, empenhados, comprometidos e responsáveis (social e ambientalmente)”, acrescentam.