Quantcast
Tecnologia

Riberalves aposta em plataforma digital para melhorar contacto com clientes

Riberalves discorda da decisão da Comunidade Europeia e mantém aposta no bacalhau sem fosfatos

A Riberalves implementou, recentemente, a plataforma ieDocs, de forma a agilizar os contactos com clientes, através de uma troca rápida, segura e simplificada de documentos.

O projeto, desenvolvido pela Minsait – uma empresa da Indra, especializada em Consultoria de Transformação Digital e Tecnologias da Informação – vai ao encontro das necessidades da Riberalves, permitindo o intercâmbio e o arquivo documental de qualquer tipo de documentos, incluindo a fatura eletrónica.

Em comunicado, a empresa do setor alimentar refere que “numa primeira fase, o projeto foi objeto de uma simplificação da receção de pedidos dos clientes, procedendo a uma outra fase de desmaterialização das faturas, com a plataforma ieDocs da Minsait”.

Através desta plataforma, a Riberalves garante conseguir responder “às necessidades técnicas e funcionais de todos os seus clientes, seja os que têm a capacidade de comunicar em EDI, seja os que não têm EDI e necessitam de uma interface simples e de fácil acesso [que] unifique o processo de intercâmbio documental”.

Desta forma, a Riberalves consegue uma “simplificação da comunicação com os seus clientes e uma maior agilidade no processo de escalabilidade para atender aos diferentes processos de negócios, o que consequentemente origina uma redução do tempo gasto em tarefas operacionais”.

Vasco Mendes de Almeida, diretor de Tecnologias Avançadas da Minsait em Portugal, refere que “a solução ieDocs da Minsait é […] uma das plataformas pioneiras a operar em Portugal e é utilizada por vários clientes de diferentes setores, tais como Automóvel, Transportes, Indústria, Distribuição e Consumo, Banca e Administração Pública, e vai ao encontro da nossa missão de ajudar os clientes a reduzir custos, esforços, erros e tempos administrativos, aumentando a sua produtividade, eficiência, velocidade do negócio, e a concentrarem-se em tarefas de maior valor para o seu negócio”.

No futuro, a plataforma da Minsait permitirá que a Riberalves “incorpore o intercâmbio eletrónico de documentos com os seus fornecedores, como por exemplo encomendas, guias de remessa, faturas e avisos de pagamento, tenham eles capacidades EDI ou não, de modo a agilizar a relação com a sua cadeia de fornecimento”, lê-se no comunicado.