Agricultura

Primeiro-Ministro considera agricultura essencial para o desenvolvimento do país

Primeiro-Ministro considera agricultura essencial para o desenvolvimento do país

O Primeiro-Ministro, António Costa, acompanhado do Ministro da Agricultura, Luis Capoulas Santos, admitiu, durante a visita à 56ª Feira Nacional de Agricultura / 66ª Feira do Ribatejo, que “a agricultura é essencial para o desenvolvimento do país”.

Para o responsável do Governo, “todos têm consciência que valeu a pena apostar na agricultura e que faz parte integrante do nosso futuro”, referiu.

“Quando olhamos para a necessidade de ter medidas para combater as alterações climáticas, para o desordenamento do território e para a ameaça dos incêndios florestais percebemos que a agricultura é absolutamente prioritária. A nossa paisagem é desenhada pela agricultura e por isso a agricultura é um sector fulcral”, disse.

António Costa referiu ainda que “o futuro do nosso país depende muito do futuro da agricultura e que não pode deixar de expressar um grande agradecimento pelo trabalho a que todos os agricultores se dedicam. É uma atividade muito dura, sujeita a muitas incertezas e de muito risco, mas é felizmente conta com gente dinâmica para ajudar a avançar o país.”

O chefe do Executivo português considerou ainda que “é necessário continuar a investir no setor e a criar cada vez mais condições para que os produtores agrícolas possam trabalhar. O grande esforço é dos agricultores, mas há trabalho político que é necessário fazer. Hoje por exemplo já temos mais de 55 novos mercados abertos para a exportação e este ano vamos ter um crescimento na exportação de carne de porco graça à abertura do mercado chinês”, concluiu.