Revista

As vitórias que as marcas somam enquanto patrocinadoras no desporto já nas bancas

As vitórias que as marcas somam enquanto patrocinadoras no desporto já nas bancas

De regresso das férias, nada melhor do que uma nova edição da DISTRIBUIÇÃO HOJE.

Nesta edição de setembro, trazemos o retorno que as mais diversas marcas conseguem através do patrocínio ao desporto. E nesta estratégia, todos ganham: parceiros, clubes, atletas, consumidores e marcas.

No retalho, é inquestionável a importância cada vez maior que a tecnologia possui no retalho. A ideia não é nova, mas as ferramentas evoluíram e há agora mais abertura por parte dos retalhistas para abraçarem a Inteligência Artificial (IA).

Nesta abertura de caminho para a formulação de preços com a ajuda da IA, a DISTRIBUIÇÃO HOJE, entrevistou Jeff Smith, fundador e vice-presidente executivo de estratégia corporativa e desenvolvimento da Revionics, que admite que “este é um momento fascinante para esta nesta indústria”.

Na Produção, a edição de setembro traz duas entrevistas. A primeira, a Pedro Tavares, partner e CEO da OnStrategy, que nos fala de reputação e como a marca passou a ser o principal ativo das organizações”:

Na segunda, é João Berger, Chief of Marketing & Sales Officer da Sonae Arauco, que, após o lançamento da linha Innovus, salienta que as preocupações com a proteção ambiental e utilização responsável de todos os recursos está na ordem do dia.

Também na Produção, falamos de um mercado que, cada vez mais, é feito de conveniência, mas também de diversificação. Os snacks estão a ganhar espaço de loja com sortidos de produtos “on-the-go”.

Para corroborar isto, Marta Santos, Manufacturers Sector Director da Kantar, analisa o mercado de snacks.

Nas bolachas, o “driver” principal está nas promoções. O setor apresenta novidades com muita regularidade, tal como o mercado pede inovação e promoção. A estratégia, por parte da indústria e dos retalhistas, parece estar a resultar.

Nos congelados, são a conveniência e a alimentação saudável que estão no topo das tendências. A par da oferta ao nível de produtos, também os equipamentos estão em crescimento não só na distribuição como, também, no HoReCa.

A análise GfK deste mês é sobre o Gaming PC, um mercado que, depois do crescimento de 4% em 2018, parece consolidar a tendência positiva e manter-se na senda da evolução.

As opiniões desta edição pertencem a Catarina Fonseca e Mark Bastiaanssen (Shiptimize) e Mara Martinho (Michael Page).

Boas leituras, vai ver que valerá a pena.