Consumo

46% dos portugueses pretendem gastar totalidade do subsídio nas férias

46% dos portugueses pretendem totalidade do subsídio nas férias

46% dos portugueses pretendem gastar a totalidade do seu subsídio de férias nas despesas da época, revela o mais recente estudo Observador Cetelem. Apenas 10% dos inquiridos revelam não utilizar o subsídio de férias para esse fim.

Em 2018, eram 32% os portugueses que pretendiam utilizar a totalidade do subsídio para pagar as respetivas férias. Mais 14 pontos percentuais do que em 2017, quando apenas 18% dos inquiridos assumiram ter planos para despender a totalidade do valor. Em 2016, não mais que 15% planearam fazê-lo.

Os portugueses entre os 25 e os 54 anos são os que mais referem utilizar a totalidade do subsídio de férias (58%) e residem na região Norte (43%). Verifica-se ainda uma descida na percentagem de inquiridos que diz não receber subsídio de férias, valor que passou de 18% em 2018 para 14% em 2019.

Para fazer face aos gastos normais desta altura, 38% dos que vão de férias no verão tenciona utilizar o cartão de crédito, mas não sabem que montante irão gastar. De salientar que aqueles que referem que não irão utilizar o cartão de crédito para pagar essas despesas representam uma grande parte dos inquiridos que vão estar de férias no verão (43%). Entre os que referem ter de utilizar cartão de crédito, 33% irão utilizar entre 250 euros e 999 euros.