Produção

Unilever Food Solutions lança plataforma para ajudar Horeca

Unilever_Food-Solutions

A Unilever Food Solutions, a área de negócio da Unilever (Unilever FIMA em Portugal) para o canal Horeca, lançou uma nova plataforma, a My Local Eatz, para encorajar os consumidores a apoiar os restaurantes locais. Portugal é o primeiro país onde o grupo Unilever está presente a lançar esta plataforma que pretende unir consumidores e restaurantes.

Muitos restaurantes estão concentrados nas entregas ou serviços de takeaway como forma de sobreviver durante este período de confinamento. A Unilever Food Solutions quer por isso apoiar estes negócios locais, ajudando os consumidores a identificar quais os restaurantes que ainda estão a servir refeições na sua localidade.

A plataforma My Local Eatz tem um processo de adesão simples e não tem custos para os restaurantes, pois não tem comissões associadas – isto significa que os consumidores sabem seguramente que ao usarem a My Local Eatz a totalidade da sua encomenda beneficia o restaurante e o local. A nova plataforma vai estar disponível em todo o território português.

Ao usar a My Local Eatz, os restaurantes poderão partilhar os seus menus e os detalhes de contacto para receber os pedidos. Os consumidores podem procurar facilmente os restaurantes da sua localidade que têm serviço de entrega ou takeaway e filtrar a lista pela preferência dos pratos confecionados para ver quais estão de momento abertos ou encerrados. De referir que esta plataforma não tem quaisquer custos também para o consumidor e é de fácil utilização.

Mariana Hortega, Marketing Manager da Unilever Food Solutions Portugal, evidencia que “esta é a altura de aplaudir o espírito e resiliência da restauração”, salientando que ”muitos restaurantes e hotéis têm respondido com bravura aos atuais desafios, com soluções criativas para melhorar a sua oferta e chegar a clientes de novas e diferentes maneiras”.

Por isso, a Unilever Food Solutions assume que está numa “posição única para ajudar, ao criar uma solução relevante e gratuita para os restaurantes, neste momento crítico”.