Quantcast
Retalho

Portugueses e as compras online: Já são mais de 70%

A maioria dos consumidores portugueses (71%) já faz compras online, revelou um estudo de mercado divulgado pela Mondial Relay, especialista em envios e-commerce. O setor do vestuário (68%) e dos produtos de tecnologia (59%) surgem no topo das preferências.

A multinacional francesa, em comunicado, informa que o estudo de mercado também conclui que a entrega de encomendas através de “pontos de recolha” é já um dos três métodos mais usados em Portugal para o envio de produtos adquiridos online.

 

O método mais usado continua a ser o da entrega em casa (83%), seguido pela recolha em loja (59%), mas a entrega através de pontos de recolha (53%) surge logo a seguir.

O estudo revela ainda que o baixo preço (barato ou grátis), a conveniência e não ter alguém em casa para receber as encomendas são as principais razões pelas quais os consumidores preferem o método de entrega em pontos de recolha face a outras soluções.

 

Outras conclusões:

  • 3% dos consumidores admitem optar exclusivamente por comprar em lojas online;
  • Os portugueses escolhem sobretudo as grandes plataformas nacionais e internacionais, como a Worten.pt, FNAC.pt, Kuantokusta.pt e Amazon – este tipo de loja surge citado por 78% dos inquiridos.

Fica técnica
Este estudo foi conduzido pela IPSOS para a Mondial Relay em outubro 2021, com uma amostra de 1007 adultos, representativa da população Portuguesa.