Responsabilidade Social

Pingo Doce junta-se à iniciativa “Caixa Solidária”

Caixa Solidária

O Pingo Doce juntou-se à iniciativa “Caixa Solidária”, um movimento criado para ajudar quem mais precisa durante o período de pandemia. As caixas, disponíveis em nove lojas de norte a sul do país, podem ser usadas para colocar alimentos ou bens de higiene pessoal, que serão posteriormente recolhidos por quem precisa.

Em comunicado, a empresa refere que a iniciativa social teve início em plena pandemia, pela mão do fotojornalista Nuno Botelho.

Atualmente, já existem mais de 2400 caixas solidárias espalhadas por todo o país e o Pingo Doce juntou-se a esta causa, disponibilizando caixas no exterior dos seus hipermercados de Santa Maria da Feira, Aveiro, Póvoa de Varzim, Barreiro, Bela Vista, Telheiras e das suas lojas de Linda-a-Velha, Bobadela e Faro (Penha).

Nestas, poderão ser colocados enlatados, massas/arroz, óleo/azeite, leite, outras mercearias, e produtos higiene pessoal. Para uma maior segurança, existe um dispensador de álcool gel na parte lateral da caixa.

A iniciativa ‘Caixa Solidária’ revelou-se um grande sucesso: neste momento, existem mais de 2400 caixas espalhadas por todo o país, para ajudar quem mais precisa, passando agora a contar com mais nove pontos de recolha de bens essenciais nas lojas Pingo Doce.

“Este projeto insere-se na política de Responsabilidade Social do Pingo Doce que, no contexto da pandemia covid-19, reforçou a sua atuação junto dos mais vulneráveis e dos que estão na linha da frente deste combate. Neste âmbito, destaca-se o apoio a 31 Hospitais e Unidades de Saúde Públicos com bens alimentares, durante o Estado de Emergência”, refere a empresa em comunicado.