Quantcast
Economia

PIB recupera no 3.º trimestre, mas continua negativo face a 2019

economia_PIB_3T_2020

O Produto Interno Bruto (PIB) registou, no 3.º trimestre de 2020, uma recuperação de 13,2% face a igual período de 2019, o que compara com a forte contração observada no trimestre anterior (variação em cadeia de -13,9%), revelam os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE).

No 3.º trimestre de 2020, contudo, o PIB em termos reais registou uma redução homóloga de 5,8%, após a forte contração de 16,4% no trimestre anterior. A redução menos intensa do PIB no 3.º trimestre ocorreu no contexto de reabertura progressiva da atividade económica, que se seguiu à aplicação de medidas de contenção à propagação da covid-19 com forte impacto económico nos primeiros dois meses do segundo trimestre. “A evolução do PIB deveu-se sobretudo ao comportamento da procura interna, que registou um contributo para a variação homóloga do PIB consideravelmente menos negativo que o observado no trimestre anterior, traduzindo principalmente a menor contração do consumo privado”, diz o INE.

O contributo negativo da procura externa líquida foi menos acentuado no 3.º trimestre, em resultado da recuperação mais significativa das Exportações de Bens e Serviços que a observada nas Importações de Bens e Serviços, devido em grande medida à evolução das exportações de bens, uma vez que as de serviços mantiveram reduções expressivas.

No que toca à comparação trimestral (3.º trimestre vs 2.º trimestre), a recuperação de 13,2% é explicada, em larga medida, pelo expressivo contributo positivo da procura interna para a variação em cadeia do PIB, após um contributo fortemente negativo no 2.º trimestre, avança o INE. O contributo da procura externa líquida passou de muito negativo no trimestre anterior para positivo, verificando-se um crescimento acentuado das exportações de bens.