Quantcast
Revista

O inRetail na última edição da DH

DH_489_Capa_dupla

Foi uma edição atípica, com a 10.ª edição do inRetail a realizar-se num formato 100% digital, juntando 40 oradores, cerca de 100 empresas e mais de 220 participantes. Com um programa muito variado, falou-se de sustentabilidade, pagamentos, liderança, razão, emoção, online versus offline, equipas, big data. E, como não podia deixar de ser, de que forma a covid-19 alterou o consumo, o retalho e o mundo em tempos de “reset” da sociedade.

Nesta edição fazemos um resumo do que foi este dia e meio de partilha de conhecimento e o apontar de algumas tendências, mas, também, certeza para o futuro.

 

Durante o Portugal Digital Summit, a ACEPI – Associação da Economia Digital traçou o que deverá ser o Portugal digital do futuro. Se é certo que a pandemia trouxe novos hábitos de compra e consumo, é no digital que estará a alavanca de crescimento e internacionalização das empresas portuguesas.

Ainda no digital, a radiografia realizada pelo Adyen Retail Report 2020 ao retalho é clara: a COVID-19 provocou uma mudança profunda nos hábitos dos consumidores e o retalho não terá outro remédio senão reinventar-se.

 

Na cadeia alimentar, o blockchain pode desempenhar um papel importante, através de plataformas de monitorização da origem dos alimentos, e foi por isso que a empresa alemã TE-Food decidiu intervir.

Ainda no retalho, quando a Bloq.it foi criada, em 2019, estava longe de imaginar que em 2020 estaríamos a viver uma pandemia que nos obrigaria a todos ao distanciamento social. Com vários projetos-piloto lançados no primeiro ano de atividade para demonstrar que a introdução de cacifos inteligentes em praias, centros comerciais e nas ruas de Lisboa poderia trazer conveniência, o objetivo da startup é agora provar que esta tecnologia pode ajudar a comprar com maior segurança.

 

Na produção, a edição traz uma entrevista com João de Castro Guimarães, diretor-executivo da GS1 Portugal, que fala das vantagens do Bilhete de Identidade do Produto.

Ainda na produção e com a temática da sustentabilidade na ordem do dia, entrevistámos Artur Litarowicz, senior vice-president e general manager para a área de haircare da P&G Europa, que admitiu que a empresa está a ““trabalhar numa visão sem resíduos de plástico”. Mas além da visão alargada, quisemos ir ao pormenor e entrevistámos, igualmente, Cláudia Lourenço, diretora-geral da P&G Portugal, que salientou que “o consumidor português também ficou mais sensibilizado e mais consciente dos recursos que usa e dos resíduos que gera”.

 

A Kantar analisou o mercado de petfood e a GfK evidencia a bonança no setor dos eletrodomésticos.

As opiniões pertencem a Delfim dos Santos (Daymon) e Catarina Cordas (Strateg).

Boas leituras!