Quantcast
Produção

Nestlé lidera ‘ranking’ das marcas com maior relevância e reputação em 2020

Nestlé aumenta receites para 87 mil milhões de euros em 2019

A Nestlé ocupa, segundo o último estudo realizado pela OnStrategy, o primeiro lugar no que toca às marcas com maior relevância e melhor reputação no ano 2020.

Inserida na categoria “Alimentação e Bebidas”, a Nestlé atingiu 84,7 pontos (pts.), tornando-se na marca com melhor índice. Nesta categoria, cabe à Super Bock o maior crescimento, com uma evolução de 5,3 pontos.

Noutras categorias, destaque para as lideranças e maiores crescimentos da Worten e IKEA no “Retalho Tecnologia” e “Retalho Lar”, respetivamente. Se no primeiro caso a liderança é atingida com 79,3pts e um crescimento de 3,6 pts, no caso da IKEA o índice é de 80,3pts, com um crescimento do mesmo parâmetro em 2,8pts.

No estudo de Relevância e de Reputação Emocional das marcas com os cidadãos portugueses da OnStrategy, aparecem ainda:

  • Retalho Alimentar: Continente com melhor índice (81,6pts) e LIDL com maior crescimento do índice (+5,0pts).
  • Retalho Bricolage e Acessórios: Leroy Merlin com melhor índice (77,3pts) e Staples com maior crescimento do índice (+4,2pts).
  • Retalho Desporto: Sport Zone com melhor índice (74,1pts) e Decathlon com maior crescimento do índice (+2,9pts).
  • Retalho Saúde e Bem Estar: Wells com melhor índice (72,8pts) e também Wells com maior crescimento do índice (+2,6pts).
  • Retalho Têxtil: Zara com melhor índice (72,7pts) e Sacoor com maior crescimento do índice (+1,3pts).
  • Retalho Restauração: Mc Donalds com melhor índice (76,1pts) e A Padaria Portuguesa com maior crescimento do índice (+2,3pts).
  • Retalho Outros: Bertrand com melhor índice (68,2pts) e 5aSEC com maior crescimento do índice (+4,4pts).
  • Alimentação Animal: Royal Canin com melhor índice (71,4pts) e Proplan com maior crescimento do índice (+1,9pts).
  • Higiene Pessoal e do Lar: L’Oréal com melhor índice (80,7pts) e Unilever com maior crescimento do índice (+3,8pts).

Pedro Tavares, partner e CEO da OnStrategy, refere que, “ao analisarmos os resultados deste índice, verificamos que o ano de 2020 colocou à prova a relevância das marcas e forma como estas conseguiram adaptar-se a uma nova realidade de se relacionarem com os seus públicos, e nesse sentido as marcas mais fortes acabaram por tirar proveito dos seus alicerces e foram as mais resilientes conseguindo inclusive ganhos significativos que resultam na evidência de as marcas de excelência (mais de 80 pontos) terem aumentado de um ano para o outro (17 em 2020 e 7 em 2019); a história mostra-nos que em todos os momentos de grandes crises foram as marcas mais fortes que triunfaram”.

O mesmo responsável adianta ainda que “no cenário de pandemia que vivemos não é estranho que os setores que mais ganharam, até pelo seu poder de resposta sobretudo ao nível dos serviços, sejam Saúde e Bem Estar, Retalho Alimentar, Tecnologia, Energia e Banca”.