Quantcast
Retalho

Menos portugueses vão aproveitar os saldos para fazer compras

iStock

Apenas 27% dos portugueses tencionam, este ano, aproveitar os saldos de janeiro para fazer compras, o que representa uma descida de 11%, em comparação com 2019 (36%). Os dados são do Observador Cetelem.

Entre aqueles que pretendem aproveitar esta época para fazer compras, 21% pretende fazer compras para si ou para outros, não relacionadas com o Natal, e 6% pretende aproveitar este período para ainda fazer algumas compras tardias de Natal (mais 3% do que em 2019).

As opções mais procuradas recaem, principalmente, sobre peças de vestuário (87%), seguindo-se os acessórios de moda (29%), perfumes (23%) e produtos culturais (18%).

O estudo revelou que são os mais jovens (18-34 anos) aqueles que mais tencionam comprar nestes saldos, entre os 38% de interessados que pretendem comprar neste período. Por outro lado, são os mais velhos (65-74 anos) os menos interessados (3%).

Há mais inquiridos do sexo feminino a planear aproveitar este período, com 6 em cada 10 interessadas. O inquérito verificou ainda que quase metade (44%) dos portugueses que têm a intenção de comprar nos saldos de janeiro residem nas zonas de Lisboa e Porto.