Quantcast
Tecnologia

Estudo: “A era do metaverso começou”

Estudo: “A era do metaverso começou”

O estudo Consumer Pulse Survey da Accenture revela que o uso crescente de tecnologias imersivas deverá estimular as empresas dos setores de Bens de Consumo, Retalho e Viagens a aumentar o investimento em novos recursos e experiências.

Em comunicado, a Accenture informa que quase dois terços (64%) dos consumidores já compraram um bem digital ou participaram numa experiência ou serviço virtual no ano passado. Prevê-se que estes números aumentem, com 83% a demonstrar interesse em fazer compras no metaverso.

 

42% dos entrevistados afirmaram ter visitado um retalhista no mundo virtual para obter aconselhamento, fazer um pagamento ou navegar por uma linha de produtos ao comprar um item físico, enquanto 56% dos entrevistados planeiam fazê-lo no próximo ano. Entre os millennials, esses números aumentam para 51% e 61%, respetivamente.

Para Manuela Vaz, vice-presidente da Accenture, responsável pelas áreas de Retalho e Bens de Consumo, “a era do metaverso começou e, portanto, para as empresas dos setores de consumo, a questão não é se vão entrar no metaverso, mas sim de que modo o vão fazer.”

 

A responsável nota que “os retalhistas e as marcas vão precisar de repensar e de criar novas experiências imersivas para os consumidores. Além de novas oportunidades de venda, o metaverso também pode ajudar a fidelizar os clientes através de experiências que vão além da simples compra de um produto”.

Sobre o Estudo

A Accenture contou com uma amostra representativa de 11 311 consumidores de 16 países: Brasil, Canadá, Chile, China, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Itália, Singapura, Espanha, Suécia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido, EUA e Vietname. O inquérito foi feito online e direcionado a consumidores que fizeram compras para a sua casa nos últimos seis meses. Os entrevistados foram divididos igualmente por género e faixa etária. Este inquérito foi realizado entre os dias 7 e 15 de fevereiro de 2022.