Quantcast
E-commerce

Dias das Compras na Net 2020 cresce 39% com 340 lojistas

e_commerce_acepi

O Dia das Compras na Net 2020 (DCN’20), iniciativa da ACEPI realizada a 23 de outubro de 2020, alcançou novos recordes de participação e resultados, com a 9.ª edição a contar com a participação de 340 sites/lojas aderentes, correspondendo a mais 39% que no DCN de 2019.

Na iniciativa organizada anualmente pela ACEPI no âmbito da sua Portugal Digital Week, para promover o comércio eletrónico, estimular a economia digital no nosso país e ampliar a experiência dos internautas, demonstrando as potencialidades da Internet, 85% dos lojistas afirmaram ter registado durante o DCN’20 um volume de vendas significativamente superior às registadas num dia comparável, sendo que para cerca de 30% dos lojistas este aumento foi mesmo muito substancial, tendo superado os 20% de crescimento. E para 10% dos lojistas inquiridos as vendas duplicaram durante o Dia das Compras na Net.

De referir ainda que cerca de 48% dos lojistas inscritos no DCN’20 participaram pela primeira vez nesta iniciativa.

De destacar ainda que 90% dos inquiridos declarou que recebeu novos clientes que visitaram os seus respetivos sites no DCN’20 pela primeira vez, ilustrando, desta maneira, segundo os responsáveis da ACEPI “a capacidade desta iniciativa fazer chegar o e-commerce a mais portugueses”.

A larga maioria dos lojistas participantes fazem um balanço positivo da ação, sendo que mais de 60% fazem uma avaliação muito positiva e mais de 90% declararam já a sua intenção de participar de novo na edição do Dia das Compras na Net 2021.

“Estamos muito satisfeitos com os resultados alcançados com a edição 2020 do DCN. Num ano completamente atípico como aquele que estamos a viver por causa da pandemia, o comércio eletrónico ganhou uma preponderância ainda maior. Os novos recordes alcançados pela iniciativa da ACEPI atestam a robustez do comércio online em Portugal e refletem não apenas o aumento das compras dos portugueses em sites nacionais, como também o aumento de lojas portuguesas no comércio online”, refere Manuel Paula, vice-presidente da ACEPI.

O responsável conclui ainda que a associação está “irá continuar a desenvolver esforços no sentido de estimular as compras dos portugueses em sites .pt, contribuindo desta forma para o relançamento da economia nacional”.