Cerveja

Cerveja é de homem?

Cerveja é de homem?

Segundo os resultados do estudo TGI da Marktest, junto dos homens, a cerveja apresenta uma taxa de penetração 75% acima da atingida entre as mulheres.

O estudo TGI da Marktest quantifica, na primeira vaga de 2019, em 4 milhões e 810 mil indivíduos que consomem cerveja, um valor que representa 58,3% dos residentes no Continente com 18 e mais anos, sendo este valor o mais elevado dos últimos sete anos.

O consumo deste produto é especialmente segmentado por sexo, com os homens a constituir 61% do total de consumidores de cerveja.

Entre a população masculina, a penetração deste produto está 75% acima do registado junto da população feminina: 75,4% dos homens consomem cerveja, face a 43,1% das mulheres.

Em termos de idade, os maiores valores em penetração registam-se entre os 45 e os 54 anos. Os residentes no Grande Porto são quem regista maior taxa de penetração, com 67% de consumidores de cerveja, assim como os indivíduos das classes mais altas, com 64,8%.

Os dados do TGI mostram ainda que, entre os consumidores de cerveja, 45,3% refere consumir pelo menos uma vez por semana.