Quantcast
Retalho

APED quer reforçar colaboração com a CAP e produção nacional

APED quer reforçar colaboração com a CAP e produção nacional

A presidente da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), Isabel Barros, destacou, durante a realização do webinar com o lema “Comprar Português, Uma Atitude Com Futuro”, o tom “positivo e construtivo” que tem existido na parceria com a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) nos últimos 25 anos.

A responsável pela associação que congrega mais de 160 operadores do retalho alimentar e não alimentar, admitiu mesmo que se trata de uma colaboração que torna as duas instituições e os sectores “mais fortes”.

Isabel Barros falava na sessão de encerramento de um webinar organizado pela APED e pela CAP e que inicia um ciclo de debates temáticos online que assinala os 25 anos de protocolo existente entre as duas instituições.

A presidente da APED salientou ainda dois dos valores mais importantes na relação com a CAP: a competitividade e a ética. A situação de pandemia que se vive em Portugal mostrou que os dois sectores conseguiram manter o diálogo, reagir rapidamente e encontrar soluções.

Gonçalo Lobo Xavier, diretor-geral da APED e um dos moderadores do webinar, considerou que a APED e a CAP têm desafios comuns pela frente e muito por fazer, destacando que “o melhor ainda está para vir” na parceria entre estas instituições.

O webinar, moderado, também, por Luís Mira, diretor-geral da CAP, contou, como oradores, com Domingos dos Santos (CAP), Gonçalo Santos Andrade (Portugal Fresh), Jorge Silva (Lidl) e Ondina Afonso (Sonae).

De referir, ainda, que, do lado da distribuição, foi destacado o trabalho de parceria com novos produtores que estavam fora do radar, antes da pandemia, bem como o potencial de crescimento para toda a cadeia de valor, valorizando os produtos nacionais.

A produção, por sua vez, exortou as instituições a defenderem uma alimentação equilibrada e com os frescos nacionais à mesa dos portugueses.