Quantcast
Retalho

Programas de fidelização vão crescer mais de 30% até 2026

A fidelização de clientes assume hoje novas formas. Os tradicionais cartões de ‘lealdade’ estão a ser gradualmente substituídos por programas digitais onde existe elevado grau de personalização.

Esta é também o caminho previsto por uma nova pesquisa levada a cabo pela Juniper Research que diz que o número de programas de fidelidade em âmbito digital deve ultrapassar 32 mil milhões até 2026.

 

Com um universo de 24 mil milhões de ofertas atualmente, nos próximos quatro anos o número deverá crescer, então, 33%, afirmando os responsáveis pela investigação que estes programas serão críticos para os retalhistas em mercados altamente concorrenciais.

“Envolvimento digital e personalização usando IA significa que os cartões de fidelidade tradicionais não são mais totalmente necessários”, disse o coautor da pesquisa, Nick Maynard. “Os fornecedores tradicionais de cartões de fidelidade devem voltar-se para soluções digitais como uma prioridade ou perderão.”

 

A pesquisa descobriu que o crescimento dos cartões de fidelidade físicos está também a diminuir à medida que os programas de fidelização se tornam mais focados no digital. Assim, o estudo prevê uma estagnação do mercado de cartões de fidelização, com um crescimento do número de cartões físicos em circulação de apenas 5% entre 2022 e 2026; atingindo 7,6 mil milhões em 2026 globalmente.