Quantcast
Economia

Mercado europeu de moda online vai crescer 50% até 2025

Mercado europeu de moda online vai crescer 50% até 2025

O mercado da moda online na União Europeia gerou 119 mil milhões de euros em volume de negócios no ano passado. O valor deverá aumentar 50% até 2025, atingindo os 175 mil milhões, de acordo com a aceleradora de negócios no retalho Cross-Border Commerce Europe.

Segundo explicado em comunicado, o crescimento vai ser suportado pelas plataformas C2C (Consumer to Consumer) que oferecem a revenda e a venda em segunda mão.

 

O relatório nota que, no entanto, a situação macroeconómica atual está a afetar cada vez mais o comportamento dos consumidores. “Com a subida dos preços, a procura europeia de moda deverá ser fortemente impactada em 2022. O aumento do preço do transporte, da energia, das matérias-primas e dos custos da mão-de-obra é contabilizado nos preços dos consumidores”, nota o Cross-Border Commerce Europe. O aumento das devoluções online é apontado como evidência da pressão inflacionista no comportamento dos consumidores.

O peso do mercado de moda online

 

A moda representou 18% do mercado online de retalho B2C na UE em 2021. Relativamente ao mercado total da moda online, o mercado da União Europeia representou 25%. A quota de mercado deverá crescer para 33% em 2025.

As principais retalhistas online na UE são a Zalando, a Amazon, a Shein, a Inditex (Zara) e a H&M.