Quantcast
Sustentabilidade

Pingo Doce e Recheio eliminam microplásticos

O Pingo Doce e o Recheio Cash & Carry eliminaram os microplásticos dos seus produtos de marca própria das categorias de higiene pessoal, cosmética e detergentes, num total de 520 artigos.

No Pingo Doce, os microplásticos foram retirados de 321 produtos das gamas “Be Beauty”, “Cuida Bebé”, “Skino” e “UltraPro”, enquanto no Recheio a eliminação incidiu sobre 199 artigos das marcas próprias “MasterChef” e “Amanhecer”.

Em comunicado, o Grupo Jerónimo Martins avança que a eliminação dos microplásticos foi possível “graças a uma análise criteriosa dos produtos já existentes, […] tendo sido implementados projetos de substituição, sempre que necessário, por minerais ou por materiais vegetais”.

“Continuaremos atentos e a acompanhar a evolução tecnológica e legislativa, para mantermos isentos de microplásticos todos os produtos das nossas marcas próprias das categorias de higiene pessoal, cosmética e detergentes, com o intuito de preservar o meio marinho e evitar a contaminação da cadeia alimentar”, explicou João Líbano Marques, coordenador da qualidade marca própria não alimentar – Portugal, do Grupo Jerónimo Martins.

A medida insere-se nos compromissos assumidos pelo grupo de combate à poluição por plástico e preservação da biodiversidade, tornando assim os produtos de marca própria mais sustentáveis.

A eliminação dos microplásticos faz parte da estratégia de responsabilidade social do Pingo Doce, nomeadamente no âmbito do projeto “Amar o Mar”, um programa que agrega todas as iniciativas da insígnia, em prol da preservação dos oceanos.