Quantcast
Branded Content

Grupo Veracruz quer fazer do interior de Portugal uma referência na produção de amêndoas

Grupo Veracruz

Produtora, processadora e distribuidora de amêndoas, a Veracruz é uma empresa focada na produção de  variedades mediterrânicas da melhor qualidade e tem como missão fazer do interior de Portugal uma referência na produção deste fruto de elevado valor nutricional.
Com cerca de 1.300 hectares, divididos em cinco herdades, o grupo tem em curso um investimento de 50 milhões de euros nas regiões do Fundão e de Idanha-a-Nova e um dos objetivos é exportar mais de 70% da sua produção de amêndoa. Este é o maior investimento alguma vez feito no distrito de Castelo Branco. A primeira fase do projeto foi reconhecida como Projeto de Potencial Interesse Nacional (PIN) e implica um investimento de 26,3 milhões de euros.
Com uma equipa jovem e multidisciplinar, a Veracruz assenta a sua estratégia na união da tecnologia à agricultura e recorre ao que há de mais inovador para reduzir o impacto de variáveis, gerindo todos os recursos de forma sustentável. O grupo investiga, testa e implementa ferramentas de smartfarming e trabalha em estreita colaboração com instituições académicas para produzir conhecimento útil para todo o setor. De investimentos em equipamentos de rega de precisão (gota-a-gota), colheita mecanizada, sondas e estações meteorológicas, até ao uso de drones especializados, monitorização online, trabalhamos diariamente para a melhoria da eficiência produtiva, sustentabilidade e qualidade da amêndoa.

Grupo Vera CruzBlockchain: amêndoas com identidade
O grupo Veracruz é o primeiro produtor de amêndoas a ter um sistema de blockchain na produção que permite a toda a cadeia acompanhar o percurso do produto de forma 100% automatizada e em tempo real.
Na prática, esta tecnologia possibilita que produtores, fabricantes e distribuidores trabalhem em conjunto com a finalidade de acompanhar o trajeto dos alimentos através das etiquetas de rastreabilidade QR Code.
Na primeira fase deste projeto, em andamento, são considerados o Rastreamento do Produtor e  o Rastreamento dos processos auditáveis. Na segunda fase, serão rastreadas as etapas de distribuição e produção, registrando de forma segura na infraestrutura de rastreabilidade (ledge). Na unidade de produção, este sistema terá em conta a classificação das amêndoas, as certificações industriais do processo produtivo, a data de embalamento, o resultado da inspeção de amêndoas, o resultado da inspeção de contaminantes de embalagem e o número do lote.
Outra das iniciativas que temos em curso é incorporar todos os indicadores agrícolas, climáticos e industriais numa grande base de dados que nos permitirá gerar informação fundamental sobre desempenho e processos. Esta análise em tempo real utiliza Inteligência Artificial e Machine Learning e será uma ferramenta preciosa para gerir recursos e reduzir o desperdício.

 

Qualidade: Amêndoas certificadas
A Veracruz possui a certificação GLOBALG.A.P, um referencial reconhecido a nível global. Com esta certificação, a Veracruz atesta a qualidade de produção das suas amêndoas e já está a conquistar novos mercados.
David Carvalho, CEO e co-fundador da Veracruz, sublinha que a empresa produz “amêndoas de variedades mediterrânicas em Idanha-a-Nova e no Fundão seguindo práticas agrícolas assentes em tecnologia de ponta, que permitem monitorizar toda a produção”. “Estamos a certificar a nossa produção e a GLOBALGAP é a primeira de muitas distinções que tencionamos conquistar”, diz.
Este sistema de certificação demonstra a segurança alimentar e a sustentabilidade da produção e abrange todo o percurso produtivo da amêndoa, desde o campo até à prateleira. Além disso, estabelece critérios rigorosos de boas práticas agrícolas e serve como sistema global de referência para outras normas existentes.

Este é um artigo