Retalho

Volume de negócios da Sonae atinge os 5 376 M€ em 2016

Sonae regista volume de negócios superior aos 5 mil milhões de euros em 2016

2016 foi um ano de “evolução extremamente positiva” para a Sonae. Num comunicado publicado esta quinta-feira (16 de março), o grupo revela que o seu volume de negócios registou um crescimento de 7,2%, atingindo um total de 5376 milhões de euros, para o qual contribuiu “o desempenho dos negócios de retalho”.

Ângelo Paupério, Co-CEO do grupo, explica que “o ano de 2016 foi para a Sonae um ano de significativo progresso no desenvolvimento da estratégia corporativa e das diferentes áreas de atividade, com resultados muito relevantes em termos de crescimento e reforço das posições competitivas dos principais negócios.”

O EBITDA da empresa aumentou 5,9%, ou seja 23 milhões de euros, para um total 416 milhões de euros. Os lucros, por sua vez, atingiram um total de 222 milhões de euros, um crescimento de 25,6% face a 2015.

O grupo revela ainda que o investimento realizado em 2016 aumentou 137 milhões para um total de 437 milhões de euros. De acordo com a Sonae, este aumento nos investimentos traduziu-se, sobretudo, na expansão do seu parque de lojas da Sonae MC, incluindo a abertura de 25 lojas Continente Bom Dia, um hipermercado Continente e 25 lojas Well’s

Sonae MC fecha o ano com volume de negócios de 3 687 M€

No que ao retalho alimentar diz respeito, a empresa reportou um volume de negócios de 3687 milhões de euros, um crescimento de 5,6% face ao período homólogo. Em comunicado, a empresa refere que “este desempenho foi suportado por um crescimento de 1,9% das vendas no universo comparável de lojas e pela expansão do parque de lojas, destacando-se a abertura de um hipermercado Continente, 25 Continente Bom Dia e 77 lojas Meu Super.”

A empresa refere ainda que em 2016 esteve focada “na melhoria da proposta de valor”, nomeadamente na “perceção de preço, competitividade promocional e satisfação do cliente”.

“A empresa deu alguns passos para reforçar a sua posição no segmento de Saúde e Bem-Estar, através do acordo para a aquisição da Go Natural e da abertura do primeiro supermercado especializado em alimentação orgânica, bem como da Área Viva, um espaço especializado em alimentação orgânica e saudável nas lojas Continente, e das parafarmácias Well’s”, acrescenta.

Retalho especializado cresce com a Worten e Sports and Fashion

O volume de negócios da Sonae SR chegou aos 1 438 milhões de euros em 2016, mais 11,1% face a 2015, suportada sobretudo pela Worten e pela divisão de Sports and Fashion.

Em comunicado, a empresa revela que a Worten registou um volume de negócios de 910 milhões de euros, mais 2,1% face a 2015, continuando a “implementar a sua estratégia omnicanal na Ibéria, que envolve a criação de uma operação totalmente integrada, apoiada por uma rede de lojas físicas e duas plataformas de e-commerce recentemente renovadas, destacando-se a portuguesa por registar um aumento significativo das vendas online desde o seu lançamento em novembro.”

Por outro lado, a unidade Sports and Fashion, que integra as insígnias Sport Zone, MO, Zippy, Berg Outdoor e Deeply, Losan e Salsa, conseguiu arrecadar um volume de negócios de 527 milhões de euros, mais 30,9% em relação ao ano anterior.

“Este crescimento resultou, em grande medida, das contribuições da Losan e da Salsa, e também do desempenho do portefólio original. A Sport Zone manteve a tendência positiva de vendas por metro quadrado, não obstante o aumento do número de lojas. A Zippy registou um forte desempenho na variação de vendas no universo comparável de lojas de 10% em Portugal e de 6% em Espanha. A MO apresentou sinais positivos, especialmente no 4T16”, refere a empresa.

A empresa fala ainda do acordo recentemente anunciado com o JD Group e a JD Sprinter, uma operação que a empresa considera “um importante passo para a criação de um Grupo que se irá tornar no segundo maior da Ibéria em marcas de desporto, gerando maior escala e recursos para continuar o atual momento de crescimento da Sport Zone, da JD e da Sprinter e atingir níveis atrativos de rentabilidade, o que irá certamente adicionar valor ao portefólio da divisão de Sports and Fashion.”

Sonae cria 2 mil postos de trabalho em 2016

O comunicado emitido pela companhia revela também que em 2016, a Sonae contava já com mais de 40 mil colaboradores, tendo empregado cerca de 2 mil novas pessoas nas suas empresas. “Esta criação de emprego traduz o crescimento das áreas de negócio da Sonae, que conseguiram conquistar a confiança dos seus clientes e expandir-se tanto em Portugal como no exterior”.