Retalho

Vendas consolidadas da Jerónimo Martins crescem 9% no 1º trimestre

Biedronka entre os 30 retalhistas mais famosos

As vendas consolidadas do Grupo Jerónimo Martins cresceram 9% no primeiro trimestre de 2017 os 3,7 mil milhões de euros , comparando com o período homólogo do ano anterior. O resultado líquido foi de 78 milhões de euros , sendo que o EBITDA cifrou-se nos 192 milhões de euros, um crescimento de 4,6%.

O crescimento das vendas do retalhista Biedronka contribuiu em 68,7% nas vendas totais do grupo, indica a Jerónimo Martins em comunicado. Também foi no retalhista polaco que o Grupo apostou metade do seu investimento, dos “101 milhões de euros, com 50% a serem canalizados para a Biedronka”, indica o comunicado.

No período em análise foram lançados 109 novos produtos de MDD da Briedronka. O retalhista neste perído abriu 11 novas aberturas, a Biedronka chegou ao final de Março com 2,729 lojas, tendo remodelado 40.

 

De acordo com Pedro Soares dos Santos, Presidente do Conselho de Administração e Administrador-Delegado do Grupo:  “iniciámos 2017 determinados a continuar a crescer de forma rentável e sustentável.Apostando fortemente nas vendas, a Biedronka continua a surpreender pela positiva com as suas campanhas, enquanto a oferta permanente evolui para se adequar às preferências do consumidor polaco”.