Supply Chain

SIMAB, Mercasa e FLAMA criam ‘task force’ ibero-latino-americana

SIMAB, Mercasa e FLAMA criam ‘task force’ ibero-latino-americana

A SIMAB, a espanhola Mercasa e a Federação Latino-Americana de Mercados Abastecedores (FLAMA) vão criar uma plataforma institucional para promover o intercâmbio de informação, de experiências e das melhores práticas na gestão de mercados.

O memorando de entendimento prevê a concordância das partes no reforço da cooperação no seio da União Mundial de Mercados Abastecedores (WUWM), nomeadamente através da integração, nesta entidade, de um maior número de mercados de países da América Latina, Espanha e Portugal.

Para o CEO da SIMAB, Rui Paulo Figueiredo, o protocolo “é, obviamente, mais um importante momento para as relações internacionais do Grupo SIMAB, que se afirma como importante parceiro para a discussão e definição do presente e do futuro dos mercados abastecedores no contexto global; mas é também a assunção de responsabilidades na concertação de interesses entre os principais ‘players’ do setor, muito particularmente junto dos homólogos da América Latina”.

As três entidades propõem-se, assim, a cooperar no desenvolvimento e crescimento do comércio internacional entre os países da América Latina, Espanha e Portugal, “em particular entre os operadores instalados nos respetivos mercados abastecedores, mas igualmente no que se refere ao comércio eletrónico e à possível instalação de espaços comerciais de uns países nos mercados abastecedores de outros países”.