Redes Sociais

Setor Automóvel foi o mais mencionado nas redes sociais em 2016

redes sociais

O setor Automóvel foi aquele que registou o maior número de menções nas redes sociais durante o ano de 2016, reunindo um total de 376 mil menções, 17,8% do buzz social do ano. A conclusão é do estudo ‘As marcas nos social media’, da Marktest, que analisou cerca de 190 marcas de dezenas de setores para avaliar o seu comportamento nas redes sociais.

Ao longo do ano, o estudo recolheu cerca de 2 milhões de menções às marcas que compõem o seu painel fixo de marcas monitorizadas. Os resultados agora divulgados mostram que “as páginas portuguesas no Facebook das marcas monitorizadas pelo serviço Social Media Explorer registaram um total superior a 38 milhões de interações durante o ano em análise. A grande maioria destas interações, 90%, são Likes a posts publicados na página da marca, 7,7% das interações são partilhas realizadas pelos internautas e apenas 2,5% comentários publicados nestas páginas”.

Depois do setor Automóvel, os setores que registaram o maior número de menções foram Tecnologia e Equipamentos, com 334 mil menções, Banca e Seguros, com 271 mil menções, Correios Telecom e Cabo, com 268 mil menções, e Grande Distribuição Alimentar, com 158 mil menções.

O estudo revela também que as marcas portuguesas com maior número de interações são a MEO e a NOS, que em conjunto representam quase um décimo do total de interações observadas em páginas portuguesas de marcas no Facebook (9,5%). Mas se a MEO liderou em número de Likes (com 1,7 milhões) e Comentários (79 mil), foi a Licor Beirão que foi líder em número de Partilhas (188 mil, 4% do total).

“Durante o ano, registou-se uma média de 5775 menções por dia a estas marcas, tendo-se observado um mínimo diário de 2341 menções (no dia 31 de janeiro) e um máximo de 8879 menções, no dia 25 de novembro, num dia em que MEO e McDonald’s foram as marcas mais mencionadas”, explica a Marktest. Na análise mensal, percebemos que o mês de maio foi o que contabilizou maior número de menções, superando as 200 mil, 9,5% do total anual.