Retalho

Oferta de descontos do Continente chega ao mil milhões de euros

Oferta de descontos do Continente chega ao mil milhões de euros

No Dia Mundial da Poupança, o Continente fez as contas e contabilizou, até setembro deste ano, um total de promoções que permitiram aos clientes poupar mais de 842 milhões de euros em descontos diretos e outros cerca de 130 milhões de euros de descontos em Cartão Continente.

A insígnia da Sonae MC refere, em comunicado, que 85% dos descontos oferecidos pelo Continente são descontos diretos, sem que os clientes precisem de aderir a qualquer programa de fidelização.

Com quatro milhões de famílias a utilizar o cartão de fidelização do Continente, o mesmo permite usufruir de vantagens em diferentes categorias de despesa (desde compras de mercearia nos supermercados aos restaurantes do grupo Ibersol e combustíveis Galp).

Para Tiago Simões, diretor de Marketing do Continente, “o compromisso de oferecer preços baixos a todas as famílias portuguesas faz parte do ADN do Continente, independentemente da altura do ano e do tipo de produto”. O responsável pelo marketing do maior retalhista a atuar em Portugal, refere ainda que, no Dia Mundial da Poupança “não queríamos deixar de relembrar que há, literalmente, milhares de oportunidade de poupança nas nossas lojas, para além da diversidade de produtos e marcas. Trabalhamos todos os dias para oferecer os melhores produtos aos melhores preços, porque a nossa missão é e sempre foi democratizar: proporcionar aos nossos clientes a melhor qualidade aos preços mais baixos”.

E como no poupar é que está o ganho, o Continente aproveita este Dia Mundial da Poupança para revelar algumas dicas para poupar nas compras do supermercado:

  • Prepare com antecedência a sua lista de compras para evitar compras de impulso (e que não se esquece de nada!);
  • Espreite previamente as promoções em vigor nos diferentes folhetos da semana;
  • Leve os seus sacos de casa e poupe na carteira e no ambiente, evitando compras extra de sacos;
  • Compare os preços dos produtos a granel embalados: o preço ao kg dos produtos a granel pode ser mais elevado que os produtos embalados, mas se necessitar de uma quantidade reduzida, não só poupa na conta final como previne desperdício alimentar;
  • Dê uma oportunidade aos produtos de marca própria: sabia que, muitas vezes, estes são produzidos nas fábricas de outras marcas reconhecidas que vemos nas prateleiras? É também uma forma de contribuir para a economia nacional;
  • Procure pelos produtos em fim de validade, muitas vezes com preços reduzidos assinalados com a habitual etiqueta cor-de-rosa;
  • Tire partido dos programas de fidelização.