Retalho

Matérias-primas sustentáveis permitem à C&A poupar 133,8 mil milhões de litros de água

Matérias-primas sustentáveis permitem à C&A poupar 133,8 mil milhões de litros de água

A marca de moda C&A, que tem vindo a apostar na utilização de matérias-primas mais sustentáveis na produção das suas peças de roupa, anunciou que já conseguiu obter uma poupança de cerca de 133,8 mil milhões de litros de água graças à utilização de matérias-primas sustentáveis.

De acordo com a marca, este valor equivale ao consumo de água potável por parte de mais de 800 000 lares, segundo o Textile Exchange Fibre Market Report. A indústria têxtil é a segunda mais poluidora do mundo e utiliza grandes quantidades de água nos seus processos, quer seja para a irrigação das culturas, durante os processos de produção, ou através do uso feito pelo consumidor.

Segundo o World Wide Fund (WWF), para a produção de uma simples t-shirt podem ser necessários até 2700 litros de água, tendo em conta todas as fases do processo produtivo. Jeffrey Hogue, Diretor Global de Sustentabilidade da C&A, explica que “o consumo de água e a qualidade das águas residuais são áreas fundamentais, em que a C&A tem vindo a focar-se, com o objetivo de reduzir o seu impacto, desde a agricultura até ao ponto de venda. A nossa poupança de água atual é resultado da forma como elegemos as nossas matérias-primas e de um grande enfoque na utilização de algodão orgânico certificado e de melhor algodão.”

Durante os últimos dois anos, a C&A tem procurado definir a sua pegada hídrica, analisando centenas de milhares de encomendas em todo o mundo. Para além de adquirir matérias-primas mais sustentáveis, a C&A trabalha também com os seus fornecedores para otimizar os processos de produção, percebendo a qualidade e a quantidade de água residual que se produz ao nível da fábrica.

Já este ano, a marca de moda lançou a sua priemira t-shirt com certificação Cradle to Cradle Gold, que foi produzida em fábricas que reciclam 100% da água utilizada.“Tendo em conta o ciclo de vida completo de um produto, calculamos que os consumidores influenciam diretamente cerca de 10% da pegada hídrica dos produtos, através das lavagens da roupa. Reduzir o número de lavagens é uma oportunidade para economizar água e, por consequência, leva a uma redução das emissões de gases de efeito estufa. Escolher vestuário produzido com algodão sustentável, como o algodão orgânico, é também uma forma de economizar água. Por isso, na C&A, grande parte do algodão que utilizamos é proveniente de fontes sustentáveis”, conclui Jeffrey Hogue.