Retalho

C&A subscreve princípios da ONU para a igualdade de género

C&A subscreve princípios da ONU para a igualdade de género

A C&A aderiu ao ‘Women’s Empowerment Principles’ da ONU, um conjunto de princípios que têm como objetivo promover a igualdade de género e o empoderamento das mulheres e ao mesmo tempo servir de guia para que as empresas saibam como dar mais poder às mulheres no local de trabalho.

Domingos Esteves, Diretor Geral da C&A Ibéria, defende que “a igualdade de género e o empoderamento das mulheres são dois assuntos extremamente importantes para a C&A. As mulheres são o grande motor por trás da indústria da moda e também da nossa marca: atualmente, cerca de 80% do total dos colaboradores da empresa, a nível mundial, são mulheres. Esta percentagem é aproximadamente a mesma para os trabalhadores da nossa cadeia de distribuição e para os nossos clientes. Os Princípios WEP vão servir-nos de guia para continuar a implementar a igualdade de género na nossa organização e em toda a cadeia de fornecimento.”

A C&A tem neste momento cerca de 60 mil colaboradores em todo o mundo e os seus produtos são fabricados em cerca de 2400 fábricas fornecedoras, o que eleva o número de funcionários que trabalham com a empresa para cerca de 1 milhão, a grande maioria mulheres.

“Temos consciência de que muitas mulheres em todo o mundo enfrentam discriminação e barreiras estruturais, que impedem o seu sucesso. Para enfrentar estas questões, trabalhamos em conjunto com a nossa fundação corporativa, com a finalidade de criar comunidades fortes e resilientes, e apoiar as muitas mulheres na nossa cadeia de fornecimento, responsáveis por desenvolver os nossos produtos”, afirma Kate Heiny, Responsável Global de Sustentabilidade da C&A.