Retalho

Auchan abre espaço de coworking gratuito em Lisboa

Auchan abre espaço de coworking gratuito em Lisboa

A Auchan Retail Portugal abriu no final de abril um espaço de coworking totalmente gratuito na sua loja MyAuchan da Avenida da República, em Lisboa. Rui de Carvalho, responsável da MyAuchan, explicou durante um encontro com a imprensa que este novo espaço é mais um passo na estratégia de Responsabilidade Social da empresa, que quer “fazer parte da vida das comunidades locais”.

Com 130 metros quadrados de superfície, wi-fi, salas de reuniões individuais, phone booth, zona de vending e copa, o espaço de coworking da MyAuchan agora lançado é, de acordo com a insígnia, o “primeiro gratuito” na cidade de Lisboa, mas é também pioneiro dentro do grupo, já que esta é uma iniciativa lançada pela equipa portuguesa da Auchan Retail.

Rui de Carvalho sublinha que “a Avenida da República está a sofrer uma transformação enorme em termos de população, com cada vez mais turismo e jovens, e tentámos ir ao encontro dessa população. Sabemos que há jovens que estão a criar um negócio e precisam de espaços para trabalhar e, por isso, esta é uma forma de criarmos uma ligação emocional com eles.”

Sobre a possibilidade de replicar este conceito noutras lojas MyAuchan, o responsável pela insígnia sublinha que “vai depender do espaço disponível noutras unidades”. Para além disso, o grupo pretende ainda criar ‘centros de formação’ para as equipas MyAuchan integrados no espaço das lojas sempre que existir essa possibilidade.

MyAuchan quer chegar às 30 unidades ainda este ano

A 12ª loja MyAuchan abre já na próxima semana em Odivelas com um conceito de bar que irá permitir que os clientes consumam no espaço de loja tudo o que comprarem. Sobre os planos de expansão, Rui de Carvalho avança que o objetivo é chegar às 30 unidades até ao final do ano, número que a concretizar-se permitirá criar 300 postos de trabalho diretos.

Para além disso, o responsável não põe de parte a possibilidade de expandir o conceito MyAuchan em regime de franchising, intenção que já tinha sido revelada no lançamento da insígnia, em março de 2017.

“Queremos consolidar o projeto para que se eventualmente apostarmos no franchising possamos ter um conceito comprovado e rentável. A ideia de expandir em franchising não está colocada de parte, mas queremos consolidar o modelo”, confessa.

Recorde-se que no passado mês de abril a Auchan Retail Portugal anunciou que a marca Jumbo vai deixar de existir, dando lugar à Auchan, que será implementada em todas as lojas da rede ao longo de 2018 e 2019. A companhia planeia investir cerca de 90 milhões de euros em Portugal nos próximos dois anos, 50 milhões de euros dos quais na remodelação das lojas e na criação “de novas experiências” e no rebranding dos espaços.