Retalho

APED lamenta greve em pleno processo negocial com sindicatos e garante o normal funcionamento das lojas

As 4 notícias mais lidas no site da Distribuição Hoje em 2017

A APED lamenta a greve dos sindicatos do setor da distribuição. De acordo com comunicado, a APED “reitera o seu respeito pelo direito à greve dos trabalhadores do setor da distribuição, mas lamenta que esta ocorra em pleno processo de negociação dos termos e condições do Contrato Coletivo de Trabalho. A última reunião entre a APED e os representantes dos sindicatos ocorreu dia 28 de novembro, estando já agendada entre as partes uma nova reunião para o próximo dia 10 de janeiro. Assim, ao contrário do que os sindicatos afirmam, as negociações não estão paralisadas”.

 

O comunicado indica ainda que a “APED garante que estão asseguradas todas as condições para que os consumidores portugueses possam realizar as suas compras habituais na quadra natalícia, não se verificando quaisquer limitações ao funcionamento das lojas.A Associação considera que estas ações públicas, promovidas pelos sindicatos do setor e nesta altura do ano, servem para desviar o debate dos assuntos de natureza laboral da mesa de negociações, onde deverão efetivamente permanecer”.

 

A APED sempre defendeu o diálogo social e volta a apelar ao sentido de responsabilidade dos sindicatos para que, neste processo, sejam encontradas as soluções mais adequadas para o setor e para os seus trabalhadores, indica a Associação que representa o setor do retalho em Portugal