Restauração

AHRESP e Governo dos Açores querem promover gastronomia como património cultural

AHRESP e Governo dos Açores querem promover gastronomia como património cultural

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) e o Governo Regional dos Açores iniciaram a segunda fase do ‘Programa Seleção Gastronomia e Vinhos nos Açores’, uma iniciativa que temo objetivo “promover a Gastronomia Património Cultural.”

Ana Jacinto, secretária geral da AHRESP, sublinha que “com esta nova etapa, a AHRESP pretende dar continuidade ao Programa de Qualificação do Património Gastronómico dos Açores, uma vez que a dinâmica do Turismo na Região está a atingir uma nova dimensão, com um crescente fluxo de turistas e com a Gastronomia a assumir um papel cada vez mais relevante. Com este projeto, a AHRESP pretende contribuir para a valorização dos produtos nacionais e regionais e qualificar o serviço prestado pela restauração.”

De acordo com a AHRESP, “o Programa Seleção Gastronomia e Vinhos é um programa dirigido à Restauração e Bebidas e já implementado, com enorme sucesso, em várias regiões do país como Coimbra, Viseu e Lisboa. Visa criar e desenvolver uma rede de estabelecimentos que garanta a satisfação dos seus clientes, através da adoção do receituário tradicional, da utilização preferencial dos produtos portugueses, da execução de boas práticas em higiene e segurança alimentar e da oferta de uma qualidade de serviço irrepreensível.”

Na primeira fase do projeto foi criada uma rede de 103 estabelecimentos, nomeadamente 63 restaurantes em São Miguel, 30 na Terceira e 10 no Faial. A segunda fase passa agora por requalificar os 103 estabelecimentos aderentes e alargar a iniciativa a mais locais no arquipélago.