Retalho

88% dos portugueses tenciona comprar na Black Friday

Só 21% dos portugueses reforçaram as contas poupança no último ano

Em véspera de Black Friday, um estudo, realizado pela Netsonda, no final de setembro, indica que 88% dos inquiridos tenciona fazer compras durante o período promocional, planeando gastar, este ano, em média, cerca de 305 euros, um aumento de 50 euros face a 2018.

A geração dos Millennials já foi a mais permeável a esta campanha, mas, atualmente, a intenção de compra é muito mais homogénea entre os grupos etários, sendo todos eles igualmente impactados pela Black Friday.

Segundo o estudo, os homens vão continuar a gastar mais do que as mulheres, privilegiando os produtos de tecnologia, os eletrodomésticos e as consolas/jogos. As mulheres tendem a optar pela moda/acessórios e pelos perfumes/cosméticos.

Cerca de 87% admite aproveitar a Black Friday para comprar produtos para si próprio.

Em geral, os produtos de tecnologia são os mais procurados pelos portugueses e 52% realiza as compras da campanha tanto online como offline.

O estudo da Netsonda revela, também, que 73% dos portugueses, em comparação com 56% no ano anterior, identifica a Worten como um símbolo da Black Friday.

“Este ano, a nossa Black Friday é mesmo XXL: temos os maiores descontos de sempre e continuamos a ser a marca mais associada pelos portugueses a esta campanha, o que comprova a nossa liderança nesta época”, defende António Fuzeta da Ponte, diretor de marca e comunicação da Worten.