Conferências DH

13ª edição das CONFERÊNCIAS DH deu voz às histórias mais inspiradoras das marcas

Sedução, paixão e fidelização. Eis os três eixos que marcaram a 13ª edição das CONFERÊNCIAS DH, realizada no passado dia 6 de junho, no Museu do Oriente, em Lisboa, dedicada ao tema “Brandtellingfind your difference”, uma iniciativa da IFE by Abilways e da DISTRIBUIÇÃO HOJE.

Cerca de 240 pessoas aceitaram o convite para ouvir as histórias das marcas e a forma como se diferenciam de outras tornando-as em escolhas dos consumidores. O evento começou com a apresentação de Vanda Souto, head of branded content da IFE by Abilways que, em três momentos distintos, intercalados com outros debates, fez uma viagem pelo mundo da TeleCulinária, uma love brand que entra em casa dos portugueses há mais de 40 anos pautando-se sempre pela proximidade com os leitores. Foi a 1 de outubro de 1976 que foi editado o número 1 desta revista, que viria a tornar-se num verdadeiro caso de sucesso, muito impulsionada pelo Chefe Silva.

Vanda Souto, head of branded content da IFE by Abilways

Vanda Souto, head of branded content da IFE by Abilways

Hoje conta com mais de 173 mil seguidores no Facebook, numa época muito diferente daquela em que teve início com milhares de avós a colecionarem as revistas em papel e a publicação muito devido às receitas inspiradoras para as refeições nas casas portuguesas.

Ana Paula Barbosa, retailer services director da Nielsen apresentou o tema “Storytelling no grande consumo: que temas cativam o consumidor” revelando que 72% dos consumidores estão muito atentos aos ingredientes dos alimentos e bebidas que consomem. A consultora tem comprovado que os portugueses diminuíram o consumo de alimentos prejudiciais à sua saúde, mas que ainda há espaço para oferecer inovação, uma vez que 51% considera que as suas necessidades não estão totalmente satisfeitas.

Ana Paula Barbosa, retailer services director da Nielsen

Ana Paula Barbosa, retailer services director da Nielsen

“O facto de as marcas comunicarem os seus ingredientes saudáveis é cada vez mais importante”, na opinião da oradora. Mas os consumidores também preferem retalhistas que ofereçam mais variedade. “Também querem ‘mimos’ e optam por quantidades moderadas de açúcar na sua dieta”, explica Ana Paula Barbosa. Numa altura em que a responsabilidade social e ambiental nunca importou tanto, existem ferramentas essenciais para ajudar as marcas a conquistar clientes, como por exemplo, a transparência, a qualidade, o prazer, a conveniência, o preço, os ingredientes, entre outros.

Seduzir e apaixonar o consumidor

Elena Aldana, head of european affairs & external relations in Portugal da Mercadona, trouxe ao evento, a apresentação do trabalho que tem sido feito no nosso país, revelando que 2019 será o ano de abertura de quatro lojas, a Norte. Como se seduz o consumidor? Como destacar a marca no meio de tantas outras? Estas foram as questões que impulsionaram uma apresentação onde a responsável deu a conhecer a história e a evolução desta empresa familiar que começou em 1977 como um talho passando a mercearia, e que se foi pautando por sucessivas mudanças.

Elena Aldana, head of european affairs & external relations in Portugal da Mercadona

Elena Aldana, head of european affairs & external relations in Portugal da Mercadona

Com 1627 supermercados de bairro em Espanha, correspondentes a 15,2% de superfície comercial, mais de 5,2 milhões de famílias a comprar diariamente na Mercadora, mais de 22.915 milhões de euros em vendas, 2700 fornecedores, 120 interfornecedores e 20.000 PME’s e produtores de matérias-primas, a empresa também já tem histórias para contar em relação com Portugal. “Só no ano passado, o volume de compras a fornecedores portugueses foi de 63 milhões”, avançou a responsável.

No presente ano, a Mercadona lançou o projeto piloto online, em Valência; e inaugurou o estádio do Canidelo, em Vila Nova de Gaia, um projeto de responsabilidade social que vai permitir que 250 crianças pratiquem futebol em melhores condições, tanto ao nível do campo de futebol, como dos balneários.

“Fico muito indignada quando os portugueses são os primeiros a falar mal do seu país”, salientou Elena Aldana, afirmando que os 25 milhões de euros de investimento previstos para a entrada da Mercadona em Portugal já foram ultrapassados e que a forte aposta na formação permitirá preparar melhor os 350 colaboradores (alguns já a trabalhar e outros ainda em fase recrutamento).

A apresentação “Como contar uma história e envolver o consumidor” foi dedicada às estratégias que as marcas devem usar para apaixonar os consumidores. Como fomentar essa paixão? E como manter a “chama” acesa ao longo dos anos? Estas foram algumas questões respondidas por Marta Quelhas, head of marketing de personal care da Unilever que preparou algumas campanhas que a marca Dove tem desenvolvido ao longo dos anos e que têm sido um verdadeiro sucesso, com milhões de partilhas no Youtube.

Marta Quelhas, head of marketing de personal care da Unilever

Marta Quelhas, head of marketing de personal care da Unilever

A audiência ficou em silêncio perante a inspiração das campanhas que a oradora trouxe ao debate e que reforça o objetivo da marca em reforçar a beleza natural de cada mulher. “Defendemos que a beleza é uma escolha individual e continuamos apaixonados por trabalhar esta marca 61 anos depois”, explicou.

A Dove tem apostado continuamente na missão de promover a autoestima das suas clientes.“A beleza real toca o coração”, pode ler-se no final do vídeo da campanha “Dove Real Beauty Beats”, em que foi solicitado a um conjunto de homens que descrevessem a beleza feminina e que tocou particularmente os presentes.

Depois da paixão, a fidelização

A mesa redonda “Como fazer a diferença junto do consumidor com o brandtelling” , moderada por Marco Dinis Santos, editor in chief da revista DISTRIBUIÇÃO HOJE, contou com a presença de Helena Gouveia, diretora de marketing da IKEA Portugal, Rodrigo Costa, marketing&trade marketing director business unit Pt/Sp da Sumol+Compal e António Maria Soares Franco, administrador responsável pela área de marketing e vendas da José Maria da Fonseca – Vinhos SA. Os convidados revelaram as histórias que têm feito a diferença das empresas que representam na forma como impactam os consumidores e concordaram com a ideia de que as histórias têm de ser verdadeiras e autênticas.“Pessoas são pessoas e nasceram para ouvir histórias que as tornam mais emocionais”, concluiu Rodrigo Costa.

Mesa redonda moderada por Marco Santos, editor in chief da Distribuição Hoje, com Helena Gouveia, Diretora de Marketing do IKEA Portugal, Rodrigo Costa, Marketing & Trade Marketing Director Pt/Sp Business Unit da Sumol+Compal, e António Maria Soares Franco, Administrador responsável pela área de marketing e vendas –da José Maria da Fonseca – Vinhos SA

Depois de terminada esta edição das CONFERÊNCIAS DH, realizou-se a cerimónia de entrega dos Masters da Distribuição 2018. Conheça os premiados aqui. 

Não perca a cobertura alargada da 13ª edição das CONFERÊNCIAS DH na próxima edição da DISTRIBUIÇÃO HOJE.