vinhos

Conheça as novas colheitas da Quinta dos Murças

quinta das murças

As novas colheitas dos Quinta dos Murças Minas, Reserva, Margem e VV47 acabam de ser lançadas. Estes vinhos são produzidos exclusivamente com uvas da Quinta e expressam a diversidade dos seus 8 terroirs, marcados por diferentes altitudes, exposições solares e tipos de solos, pelas vinhas verticais e pela extensão de 3,2km de margem de rio.

“Procuram reflectir a especificidade e diversidade da Quinta dos Murças”. Cada vinho representa a “expressão do caracter único de cada parcela de vinha e seus diferentes terroirs, procurando para isso interferir o menos possível ao longo de todo o processo”, como explica José Luís Moreira da Silva.

O Quinta do Murças VV47 2013 nasce da mais antiga vinha vertical do Douro, plantada em 1947, em field blend. É um vinho único que traduz a expressão máxima do terroir da Quinta dos Murças, caracterizado pela elegância, harmonia e complexidade.

O Quinta dos Murças Reserva 2012 nasce de vinhas velhas da Quinta, plantadas na vertical e expostas a Oeste. É a versão clássica dos vinhos de quinta, onde o terroir origina vinhos de grande elegância e potencial de guarda.

O Quinta dos Murças Margem 2016 tem origem nas vinhas velhas mais próximas do rio Douro, onde a altitude é mais baixa e a orientação é Sul e Oeste, que se traduz na grande concentração e maturação das uvas. Com o objectivo de preservar ao máximo toda a expressão do terroir, estagiou durante 9 meses, em barricas usadas de carvalho francês de 500lts.