- Distribuição Hoje - http://www.distribuicaohoje.com -

35% das vendas da Coca-Cola em Portugal são de bebidas com redução de calorias

35% das vendas da Coca-Cola em Portugal já correspondem a bebidas com baixas calorias ou sem calorias. Ao longo dos últimos cinco anos, a Coca-Cola Portugal tem vindo a apostar na redução dos açúcares por litro na maioria das variedades [1] das suas marcas.

Nos últimos anos, a empresa já colocou no mercado 28 referências de produtos sem a adição de açúcares, light ou zero para um total de 106 referências que a companhia comercializa no país. Além disso, desde 2000, já foi alcançada uma redução de 51% no teor de açúcares por litro no total das vendas.

“Este é o resultado do compromisso da Coca-Cola em Portugal no sentido de continuar a contribuir para a redução do consumo de açúcares da população, disponibilizando ao consumidor uma gama de alternativas que se adaptam aos seus gostos e necessidades, entre as quais também estão opções de bebidas sem açúcares ou sem açúcares adicionais”, diz a Coca-Cola Portugal.

Como exemplo desse esforço de reformulação, ao longo deste ano todos os sabores da marca Fanta já são baixos em calorias ou sem calorias, com a exceção da Fanta Fresa, comercializada apenas nas Ilhas Canárias. Assim, a Fanta Limão e Fanta Laranja reduziram 66,8% e 65,4%, respetivamente, em relação à composição destas bebidas antes de 2014. Em relação à Aquarius e Aquarius Laranja, a sua percentagem de açúcares totais desceu 30,2% e 43%, respetivamente.  A estas marcas junta-se agora Nestea, dado que, com a reformulação de Nestea Chá Preto Manga e Ananás – cujo teor total de açúcar foi reduzido em 43,9% em comparação com a composição desta bebida antes de 2014 –, todas as variedades, com a exceção de Nestea Chá Preto Pêssego, têm já poucas calorias.

“No caso de bebidas ecológicas ou biológicas, não existem bebidas sem açúcares adicionados, na medida em que só podem ser utilizados adoçantes biológicos. Assim, as alternativas sem açúcares adicionados já representam 36% do total de vendas”, conclui a empresa.

Em 2017, a Coca-Cola Portugal assumiu o compromisso de reduzir o açúcar [2] das suas bebidas em mais 12% até 2020. Tiago Santos Lima, Diretor de Relações Externas da Coca-Cola Portugal, explicou na altura que a empresa percebeu que “o mundo está em mudança, que temos que nos adaptar e que responder às necessidades dos consumidores (…) Reconhecemos que a saúde é uma preocupação, assim como o consumo em excesso de açúcar, e vamos estar atentos às necessidades dos consumidores”.