Consumo

Otimismo dos portugueses atinge níveis que não se viam desde 1992

Otimismo dos portugueses atinge níveis de 1992

O otimismo dos consumidores portugueses continua a crescer. De acordo com o mais recente estudo da GfK, no segundo trimestre do ano, todos os dados referentes a indicadores de confiança e de expetativa atingiram “recordes históricos”, com valores que já não se registavam desde 1992.

O estudo ‘Consumer Climate’, da GfK, revela que “os indicadores de expectativa económica batem um novo recorde vivido em janeiro de 1992, atingindo agora o valor de 39,4 pontos, em junho 2017. As expectativas de rendimento aumentam igualmente, atingindo agora o valor de 29,5 pontos, outro recorde. Comparando com o ano anterior subiu 10 pontos e face ao último trimestre sobe quatro pontos.”

De acordo com a GfK, também o indicador da propensão para a compra está em crescimento, tendo atingido um valor positivo de 4,1 pontos, o que não se verificava há mais de 20 anos. “Este indicador subiu 25,6 pontos face a um ano e 13,9 pontos em comparação com o último trimestre, o que reflete a forte recuperação e subida dos índices de confiança do consumidor português. Prenúncios positivos para o desempenho do consumo e da economia portuguesa, para o segundo semestre deste ano”.