Café

Mercado das cápsulas de café vai continuar a crescer, mas ainda há espaço para o tradicional

cápsulas de café

O mercado das cápsulas de café deverá continuar a crescer, podendo atingir 75% das vendas totais de café em 2021. Mas desengane-se se pensa que vai deixar de haver espaço para o café tradicional. É que de acordo com um estudo apresentado pela Euromonitor esta terça-feira (14 de março), o café tradicional e os cafés de especialidade continuarão a ter uma presença importante no mercado.

Esta conclusão foi apresentada durante o XI Encontro Nacional de Torrefatores, um evento organizado pela Associação Industrial e Comercial do Café (AICC) em que se ficou a saber que as exportações de café em 2016 aumentaram 21,25% e deverão continuar a crescer.

De acordo com a organização do evento, concluiu-se também que “os consumidores querem cada vez mais saber o que consomem, desde a tabela nutricional à lista de ingredientes, à sua história e origem. É cada vez mais apreciada a transparência das informações contidas no pacote. Procura-se cada vez mais, embora esta tendência seja mais evidente no norte da Europa – as novas experiências, mais autenticidade, produtos que primem pela diferença, que sejam mais emocionais.”

café

Em Portugal, em 2016, o consumo de cápsulas de café esteve acima da média europeia, conquistando mercado aos grãos de café fresco. O estudo publicado pela Euromonitor refere que as máquinas de cápsulas representaram 84% das vendas de máquinas de café em 2016,com uma penetração no mercado português de 59%. Ainda assim, espera-se que as vendas de café sejam moldadas pela evolução dos padrões de consumo, com uma tendência para variedades mais premium, mais saudáveis e mais inovadoras.

Para além disso, o documento prevê um contínuo aumento da venda de cápsulas fruto de estilos de vida mais ocupados, especialmente entre os consumidores mais jovens. “Assim, espera-se que as cápsulas registem um valor CAGR (taxa de crescimento anual composto) de 3% apreços constantes de 2016. Por conseguinte, as cápsulas poderão representar 75% do total das vendas constantes de café a retalho em 2021”, refere a AICC.

De resto, ficamos a saber que os mercados de café em maior crescimento são a Alemanha, Itália e França. Na Europa, foram transacionadas 2,2 milhões de toneladas de cafés, 31,2 milhões de unidades de máquinas de café vendidas e 7 mil milhões de euros gastos em lojas especializadas em café.