Distribuição

Lojas Continente da Madeira já vendem mais de 100 referências madeirenses

lojas Continente - Madeira - Distribuição Hoje

As lojas Continente da região autónoma da Madeira vendem a partir desta semana mais 100 produtos madeirenses em áreas como bebidas, bolachas, compotas e produtos congelados.

De acordo com o Continente, “atualmente, são comercializados mais de 20 milhões de euros por ano de produtos produzidos localmente, contribuindo assim de forma ativa para a economia regional”.

No ano passado, a insígnia deu início a uma programa de lançamento de produtos de marca Continente em parceria com fornecedores locais, representando um valor anual de mais de 2 milhões de euros. “No total, são cerca de 40 referências à venda em todas as lojas Continente, entre as quais massas e farinhas Continente produzidas em parceria com a Insular, ovos Continente produzidos em parceria com os Ovos Girão, bolos da avó na pastelaria feitos em parceria com a Socipamo, entre outros”, explica o Continente.

Em breve será também assinado um protocolo de cooperação entre a Secretaria Regional de Agricultura e Pescas e o Clube de Produtores Continente que tem como objetivo favorecer a orientação da agricultura e da agroindústria da Região Autónoma da Madeira para a satisfação das necessidades em produtos agrícolas e pecuários, frescos e transformados, das lojas Continente Modelo, bem como proporcionar a melhoria contínua da capacitação técnica dos produtores.

João Delgado, Diretor de Operações da Sonae MC na Madeira, revela-se “orgulhoso por poder proporcionar um momento de celebração e valorização da produção da Madeira, que, como todas as outras regiões portuguesas, dispõe de produtos de qualidade excecional, com uma personalidade muito própria. Esta iniciativa é reveladora do empenho do Continente em valorizar e destacar cada vez mais os produtos regionais produzidos na Madeira.”

Por sua vez, Humberto Vasconcelos, Secretário Regional da Agricultura e Pescas da Madeira, afirma que “iniciativas como esta, de promoção e valorização dos produtos regionais, são de louvar, porque dão visibilidade a produtores locais e incentivam os consumidores a experimentar a riqueza e singularidade dos sabores e aromas das nossas regiões e, em particular, da Madeira. Reconhecemos e agradecemos o trabalho feito pelo Continente.”