Consumo

Sabe em que instituições mais confiam os portugueses?

Sabe em que instituições mais confiam os portugueses?

As Pequenas e Médias Empresas (PME) são as instituições em que os portugueses mais confiam (65%), de acordo com o estudo Observador Cetelem Consumo 2017.

Os resultados agora divulgados mostram que para além das PME, os órgãos de comunicação social tradicionais são das instituições que mais inspiram confiança nos consumidores portugueses (47%), à semelhança de grandes instituições internacionais como a ONU e o FMI (47%). Ao nível da confiança nos meios de comunicação tradicionais, os portugueses são dos que melhores resultados registam, apenas ultrapassados pelos dinamarqueses, com 61%, e os búlgaros, com 48%.

No que diz respeito aos media na Internet, 43% dos portugueses inquiridos no âmbito deste estudo revelam confiar nas informações de blogs ou fóruns, um valor acima da média europeia (40%). Já as redes sociais merecem maior desconfiança e a sua aceitação não ultrapassa os 32%, apenas um ponto percentual acima da média europeia.

Importa ainda referir que Portugal revela um índice de confiança superior ao de outros países quando são em causa estão as instituições europeias, com 36%. Os inquiridos búlgaros são os mais confiantes, com 45%, seguidos dos dinamarqueses, com 43%. Os checos encontram-se no pólo oposto, com apenas 19%.

Para além disso, quando as instituições são as grandes empresas, a confiança dos portugueses não ultrapassa os 36% e as seguradoras e financeiras merecem a confiança de apenas 20% dos inquiridos, uma tendência europeia.