Empresas

Nasceram 24 415 empresas no primeiro semestre do ano

Nasceram 24 415 empresas no primeiro semestre do ano

O primeiro semestre do ano foi marcada pela abertura de 24 415 organizações em Portugal, um crescimento de 11% face ao período homólogo. Os números são da Informa D&B, que revela ainda que os setores dos Serviços (7943), Alojamento e Restauração (2939) e Retalho (2869) foram aqueles onde nasceram mais novas empresas nos primeiros seis meses do ano.

Ainda assim, apesar do ímpeto empreendedor do país, no primeiro semestre do ano os encerramentos de empresas também cresceram a dois dígitos (12,7%), com um total de 7630 organizações a fecharem portas e 1243 novos pedidos de insolvência.

De acordo com o estudo, no que aos encerramentos de empresas diz respeito, os seis principais setores do tecido empresarial português em número de empresas apresentaram aumentos no número de encerramentos, representando 90% do total de encerramentos – Serviços, Retalho, Indústrias transformadoras, Construção, Alojamento e restauração e Grossistas. Importa ainda referir que Lisboa (210) e Porto (329) foram os distritos onde se registaram o maior número de encerramentos de empresas

Já em junho deste ano, a Informa D&B tinha publicado dados que davam conta do incumprimento de prazos de pagamento por parte das empresas nacionais, com apenas 15,2% das empresas a pagarem dentro dos prazos acordados, um dos piores registos desde 2007.