Tendências

Adoção de wearables é uma oportunidade para as marcas

dispositivos wearable

Um total de 393 000 neozelandeses com mais de 15 anos possuiu pelo menos um dispositivo wearable, um número que duplicou (+93%) em apenas 12 meses, de acordo com dados da Nielsen. Considerando que a Nova Zelândia tem uma população de apenas 4,7 milhões de pessoas, este número é revelador da importância deste tipo de dispositivos no país, vistos como “um símbolo de status, uma peça de fitness motivacional e um gadget funcional, tudo em apenas um dispositivo”.

Para as marcas, isto significa uma janela de oportunidade para estarem conectadas com os seus consumidores 24 horas por dia, sete dias por semana. De acordo com a Nielsen, este crescimento na adoção de dispositivos wearable na Nova Zelândia significa também que estas pessoas são agora 9% da população com mais de 15 anos presente no online.

Quem são? Segundo a Nielsen, são pessoas “ricas, ativas, preocupadas com a sua imagem e estilo e que apreciam as melhores coisas da vida”. Para além disso, são pessoas com rendimentos 16% superiores ao da média nacional do país, focadas na sua carreira e que respondem a emails a partir de casa, mesmo quando não estão a trabalhar.

O retrato traçado pela Nielsen mostra também que este grupo de consumidores vive e respira estilos de vida mais ativos, com seis em cada dez a revelar que o exercício físico é uma parte importante dos seus hábitos diários e 25% a indicar que vai ao ginásio pelo menos duas vezes por semana.

A Nielsen diz ainda que “com um dispositivo móvel e conveniente que está agarrado a eles em todas as alturas, com um rendimento disponível superior e abertura para testar novas coisas, os donos de dispositivos wearable são um grupo de consumidores lucrativo para os marketeers. As marcas podem conectar-se diretamente com os consumidores ‘on-the-go’, chegando a eles em qualquer altura do dia (…) Os dispositivos wearable representam uma nova forma para as marcas influenciarem os seus consumidores”.